Bonito, Mato Grosso do Sul - 25 de Setembro de 2020
Meio Ambiente

Rios Miranda, Formoso e da Prata recebem fiscalização e instrumentos de pesca são apreendidos

A equipe retirou do rio Miranda uma rede de pesca, além de 33 anzóis de galho e três cordas de espinheis, cada uma com 10 anzóis, e encontrou duas tarrafas abandonadas na margem.

Ketlen da Silva
Em 06 de Agosto de 2020 às 14h40
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Jardim realizou fiscalização nestas quarta (05) e quinta-feira (06) no rio Formoso e rio da Prata, nos quais a pesca é proibida, e no rio Miranda, onde apreendeu instrumentos ilegais para pesca. Nos rios Formoso e da Prata não foi encontrado ninguém pescando, como seria esperado, tendo em vista a proibição, porém, os policiais retiraram 11 anzóis de galho no Formoso e 06 no rio da Prata.

Durante a fiscalização no rio Miranda, onde a pesca é permitida, a PMA fiscalizou 11 embarcações, com 19 pessoas desenvolvendo pesca amadora, bem como pessoas que praticavam a pesca no barranco do rio, pescando legalmente.

De qualquer forma, a equipe retirou do rio uma rede de pesca, além de 33 anzóis de galho e três cordas de espinheis, medindo 90 metros, cada uma com 10 anzóis, e encontrou duas tarrafas abandonadas à margem do rio. Os infratores que armaram os apetrechos ilegais não foram localizados e nem identificados.

Em torno de 4 kg de peixes vivos que estavam presos nos instrumentos foram soltos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.