Bonito, Mato Grosso do Sul - 27 de Maio de 2024
Meio Ambiente

PMA prende cinco por pesca predatória ilegal em Bonito

Infratores foram multados em R$ 3,5 mil e um barcos e os petrechos ilegais foram apreendidos.

Com informações de Diário Digital
Em 05 de Setembro de 2022 às 14h36
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Bonito prendeu, na tarde de sábado (03), dois agrônomos, um empresário, um aposentado e um pescador profissional por pesca em local proibido. O grupo foi autuado em R$ 3,5 mil e a polícia apreendeu barco e motor.

A ação faz parte da operação Pesca Legal, iniciada em julho, e a equipe realizava fiscalização no rio Miranda quando realizou a prisão. Os policiais chegaram no local denominado Corredeira Saltinho e surpreenderam os pescadores em uma embarcação e em pé dentro do rio, praticando a pesca predatória com molinetes e carretilhas com varas. Eles ainda não tinham capturado nenhum peixe. 

Os infratores, dois agrônomos, de 33 e 39 anos, residentes respectivamente em Ivinhema e Campo Grande, um empresário de 48 anos, um engenheiro civil aposentado de 74 anos, residentes em Campo Grande, e um pescador profissional de 28 anos, residente em Bonito, foram autuados administrativamente e multados em R$ 700,00 cada um.

Foram apreendidos um barco, um motor de popa com tanque, quatro carretilhas e um molinete com varas. Além de multa administrativa, a atitude caracteriza-se crime ambiental e os infratores foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Bonito e responderão pelo crime de pesca predatória, com pena prevista de um a três anos de detenção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.