Bonito, Mato Grosso do Sul - 22 de Fevereiro de 2020
Meio Ambiente

PMA de São Gabriel do Oeste autua infrator com imagem de satélite

O desmatamento totalizou 36,85 hectares em área de Reserva Legal da propriedade e o proprietário foi multado em R$ 184.250,00.

Ketlen da Silva
Em 21 de Janeiro de 2020 às 14h55
Divulgação. (PMA)

A Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste realizou fiscalização em uma fazenda no município e constatou ontem (20) à tarde o desmatamento ilegal de 36,85 hectares de vegetação nativa protegida por Lei.

O infrator realizou o desmatamento de 36,85 hectares em área de Reserva Legal da propriedade. A atividade ilegal ocorreu em 2017 e foi detectada por imagem de satélite. A área já estava com plantio de pastagem e criação de gado bovino e a madeira resultante da vegetação desmatada não se encontrava no local.

As atividades foram interditadas e o infrator (54), residente em São Gabriel do Oeste, foi autuado administrativamente por supressão de área de reserva legal e multado em R$ 184.250,00. Ele também responderá por crime ambiental com pena de um a três anos de detenção.

O infrator foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.