Bonito, Mato Grosso do Sul - 8 de Março de 2021
Meio Ambiente

PMA de Miranda realiza fiscalização fluvial e apreende petrechos ilegais no rio Miranda

Foram encontrados e retirados do rio duas cordas de espinheis, cada uma com 15 anzóis, 11 boias (cavalinhos) e mais 82 anzóis de galho foram cortados e apreendidos.

Ketlen da Silva
Em 17 de Fevereiro de 2021 às 10h39
(Divulgação)

Neste último final de semana, a Polícia Militar Ambiental de Miranda, que trabalham na Operação Piracema, realizaram fiscalização no rio Miranda, nas regiões do Salobra, Gravi e Maria do Rosário, e felizmente não encontraram nenhum pescador no rio, indicando que há um respeito ao período de proibição, porém foram encontrados e retirados do rio diversos petrechos ilegais de pesca, sendo duas cordas de espinheis, cada uma com 15 anzóis, 11 boias (cavalinhos) e mais 82 anzóis de galho foram cortados e apreendidos.

Os proprietários dos materiais ilegais não foram encontrados, porém a PMA continuará em fiscalização preventiva, fundamental para evitar a depredação dos cardumes, especialmente com uso desses tipos de petrechos ilegais que possuem alto poder de captura.

Uma das maiores preocupações da PMA na prevenção à pesca predatória, especialmente no período de piracema, é a retirada de petrechos de pesca proibidos que são armados nos rios por infratores, principalmente as redes de pesca, os espinheis, boias e anzóis de galho, devido ao alto poder de captura e depredação de cardumes, apesar da dificuldade de se prender os autores devido ao pouco tempo de exposição para armá-los nos rios e normalmente à noite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.