Bonito, Mato Grosso do Sul - 27 de Janeiro de 2022
Meio Ambiente

Nova espécie de ave é registrada em passeio de flutuação em Jardim

O arapapá tem como um de suas características marcantes o bico largo e poderoso, que lembra um barco virado de cabeça para baixo.

Carla Layane
Em 02 de Dezembro de 2021 às 09h00
Arapapá é avistado no Recanto Ecológico Rio da Prata. Foto: Fernando Maidana.

O arapapá (Cochlearius cochlearius) é a mais nova ave a fazer parte da Bird List do Recanto Ecológico Rio da Prata, passeio de flutuação localizado em Jardim (MS). O atrativo conta com mais de 234 espécies de aves já catalogadas.

Também conhecido como como savacu, colhereiro, arataiá, arataiaçu, socó-de-bico-largo (Piauí), tamatiá e tamatião (Pará), o arapapá tem como um de suas características marcantes o bico largo e poderoso, que lembra um barco virado de cabeça para baixo.

Os olhos grandes e salientes abrigam íris de cor marrom escuro, e quando iluminados à noite produzem um reflexo alaranjado.

O registro foi feito pelo colaborador Fernando Maidana, que ressaltou que “foi uma das aves mais incríveis que tive o privilégio de fotografar no Recanto Ecológico Rio da Prata. Porém muito arisca e não me deixou aproximar muito”.

A Observação de Aves/Passarinhada no Recanto Ecológico Rio da Prata é a atividade ideal para quem gosta de observar a fauna da região.

Para quem busca um roteiro específico, com guia especialista, recomendamos a Observação de Aves.

Já para aqueles que preferem um roteiro mais curto e são iniciantes na modalidade, a melhor opção é a Passarinhada, realizada nas redondezas do receptivo.

Mais informações sobre as atividades, acesse: https://www.riodaprata.eco.br/observacao-de-aves

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.