Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Novembro de 2021
Meio Ambiente

Homem é multado em R$ 1,6 mil por pesca ilegal e captura de pescado acima da medida permitida em Nioaque

O pescador foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saiu depois de pagar fiança de R$ 1.500,00.

Ketlen da Silva
Em 01 de Novembro de 2021 às 12h55
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Jardim e Bonito realizava fiscalização conjunta no rio Miranda, na operação Dia de Finados, dentro da operação Hot Point em Nioaque e prendeu neste domingo (31) um pescador amador, de 57 anos, por pescar por método proibido.

Os policiais chegaram ao local denominado como Poço do Jaú e surpreenderam o pescador praticando a pesca predatória. Ele iniciava a pescaria e tinha capturado e abatido apenas um peixe da espécie Pintado com 1,5 metro, pesando 44 kg. O peixe capturado estava acima da medida permitida pelas normas, que é de 1,25 metro. O pescado e o apetrecho utilizado na pescaria ilegal foram apreendidos.

O infrator, residente em Jardim, foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.580,00. Além da multa administrativa, a atitude caracteriza-se crime ambiental e ele recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Nioaque, onde foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e saiu depois de pagar fiança de R$ 1.500,00. Responderá ao crime em liberdade e poderá pegar pena de um a três anos de detenção. O pescado será doado para instituições filantrópicas.

Durante os trabalhos de fiscalização, as equipes já haviam retirado e apreendido 37 anzóis de galho do rio. Em um dos anzóis, havia um pintado de grande porte ainda vivo preso ao petrecho ilegal, o qual foi retirado e solto no rio. Os infratores que armaram os petrechos não foram localizados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.