Bonito, Mato Grosso do Sul - 15 de Abril de 2021
Meio Ambiente

Gerente de fazenda é multado em R$ 7,5 mil por transportar agrotóxicos ilegalmente em Bonito

No local, foram encontrados 14 galões de 20 litros de agrotóxicos do herbicida glifosato e um galão de 20 litros de inseticida.

Ketlen da Silva
Em 01 de Abril de 2021 às 12h35
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Bonito, que trabalha na operação Semana Santa, foi acionada por policiais da Polícia Militar Rodoviária, em razão da abordagem nesta quarta-feira (31) de um veículo Toyota Hillux, conduzido por um homem de 23 anos, residente em Laguna Carapã, que se identificou como gerente de fazenda, por infração de trânsito, mas que também foram encontrados agrotóxicos na carroceria.

No local, a equipe da PMA verificou 14 galões de 20 litros de agrotóxicos da marca ROUNDUP do herbicida glifosato e um galão de 20 litros de inseticida marca KARATE ZEON 250 CS, que o infrator afirmou primeiramente que transportava de Laguna Carapã para uma fazenda em Bonito e depois mudou a versão da origem, afirmando que saiu da cidade de Jardim. Ele não possuía nota fiscal do produto e o transporte era realizado totalmente fora das normas para o tipo de produto perigoso. O agrotóxico e o veículo foram apreendidos.

O infrator foi autuado administrativamente em R$ 7.500,00 pela equipe da PMA e também foi conduzido à delegacia de Polícia Civil de Bonito e responderá por crime de contrabando e por crime ambiental de transporte de produto ou substância tóxica, perigosa ou nociva à saúde humana ou ao meio ambiente, previsto pelo artigo 56 da Lei Federal nº 9.605/12/2/1998. A pena para o crime ambiental é de um a quatro anos de reclusão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.