Bonito, Mato Grosso do Sul - 27 de Janeiro de 2022
Meio Ambiente

Filhotes de arara-azul e arara-vermelha são encontrados em ninhos artificiais instalados em passeio de cachoeiras em Bonito

Neiva Guedes, presidente do Instituto Arara Azul, acompanhou o monitoramento dos ninhos artificiais e celebrou os nascimentos das aves na Estância Mimosa Ecoturismo.

Carla Layane
Em 26 de Novembro de 2021 às 08h28
Bióloga Neiva Guedes, presidente do Instituto Arara Azul com sua equipe na Estância Mimosa Ecoturismo. Foto: Divulgação/ Grupo Rio da Prata.

A Estância Mimosa Ecoturismo (Bonito -MS) recebeu no dia 24 de novembro a visita de Neiva Guedes, Presidente do Instituto Arara Azul; de Carlos Cezar Corrêa, técnico do meio ambiente do Projeto Instituto Arara Azul e os colaboradores Fernanda Fontoura, Carlos Durignan e Wesley, com o objetivo de vistoriar os ninhos artificiais instalados no atrativo.

Atualmente há 10 ninhos instalados com o intuito de serem utilizados como abrigo tanto para as araras azuis, bem como de outras como a arara-vermelha e a arara-canindé, além de auxiliar na reprodução das espécies.

Durante a vistoria foram encontrados dois filhotes de arara-vermelha (Ara chloropterus); um filhote de tucanuçu (Ramphastos toco) e um filhote de Arara Azul (Anodorhynchus hyacinthinus).

Após serem examinados, foi constatado que os dois dois filhotes de arara-vermelha estão fortes, saudáveis e devem voar em aproximadamente 30 dias. 

Veja abaixo o depoimento da Neiva Guedes:

Filhotes de arara-vermelha encontrados em ninho artificial na Estância Mimosa Ecoturismo. Foto: Divulgação/Grupo Rio da Prata.

"Estamos muito felizes e contentes porque temos dois filhotes de araras vermelhas que nasceram nas caixas (ninhos artificiais), que vem sendo monitoradas a anos. Agradecemos a parceria com a Estância Mimosa que tem propiciado esse trabalho. Ficamos muito feliz em ver esses filhotes por aqui. Além da Estância Mimosa agradecemos também o Zoológico de Zurique, a Fundação Toyota do Brasil e principalmente toda a equipe do Instituto Arara Azul, dos nossos parceiros que tem contribuído para esse trabalho" , revelou em depoimento. 

Já o o filhote de arara-azul também está saudável, com quase 30 dias de vida, e a expectativa é de que inicie os voos no fim de janeiro/começo de fevereiro de 2022.

A bióloga Neiva Guedes celebrou nascimento dos filhotes no atrativo.

Parceria

Além da Estância Mimosa, o Recanto Ecológico Rio da Prata e Lagoa Misteriosa, integrantes do Grupo Rio da Prata localizados em Jardim (MS), mantém a parceria com o projeto Arara Azul, desde fevereiro de 2012 quando foram instalados os primeiros ninhos artificiais nas dependências das fazendas.

Sobre o Projeto Arara Azul

O Projeto Arara Azul é um projeto que estuda a biologia e relações ecológicas da arara-azul-grande, realiza o manejo e promove a conservação da arara azul em seu ambiente natural, além de estudar a biologia reprodutiva das araras vermelhas, tucanos, gaviões, corujas, pato-do-mato e outras espécies que co-habitam com a arara azul no Pantanal.

O Projeto compreende o acompanhamento das araras na natureza, o monitoramento de ninhos naturais e artificiais numa área de mais de 400 mil hectares além do trabalho, em conjunto com proprietários locais, de conservação da espécie.

Em reconhecimento a esse trabalho, Neiva Guedes ganhou mais um prêmio e passou a integrar o grupo de Mulheres da Ciência, da Organização das Nações Unidas (ONU). A premiação, diz a bióloga, é válida sobretudo pois ajuda a divulgar ainda mais o seu trabalho.

Conheça: www.institutoararaazul.org.br

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.