Bonito, Mato Grosso do Sul - 12 de Julho de 2020
Meio Ambiente

Fazendeiro é multado por incêndio em parte das matas ciliares do rio Paraguai no Pantanal

A multa totalizou R$ 3.000,00 e a área atingida pelo fogo totalizou três hectares de pastagem nativa.

Ketlen da Silva
Em 30 de Junho de 2020 às 13h35
(Divulgação/PMA)

A Polícia Militar Ambiental de Corumbá autuou nesta segunda-feira (29) o dono de uma propriedade por um incêndio afetando as matas ciliares do rio Paraguai. A verificação aconteceu quando uma equipe realizava fiscalização fluvial no município, a aproximadamente 45 km da cidade, na região conhecida como Domingos Ramos.

Na vistoria do local, os policiais verificaram que o fogo já estava quase extinto e, ao medirem a área atingida com uso de GPS, totalizou três hectares de pastagem nativa. O responsável pela propriedade afirmou que iniciou o fogo para combater um incêndio que surgiu no local (fogo contra fogo), porém, ao verificar com drone, a equipe suspeitou que o fogo foi provocado para renovação da pastagem nativa.

Não havia a licença ambiental para a atividade, que ainda pode ser permitida, desde que com a licença ambiental expedida pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e a PMA interditou a área.

O responsável pelo terreno (81), residente em Corumbá, foi autuado administrativamente e multado em R$ 3.000,00. Os responsáveis também poderão responder por crime de degradação de área de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Em 10 de Julho de 2020 às 16h15
A profisisonal relata sua experiência com a Ivermectina, que já era conhecida por seu efeito antiviral e foi aprovada pelo FDA em 2006 e desde então muitos outros vírus foram anexados à extensa lista daqueles que ela conseguiu neutralizar.
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.