Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Novembro de 2021
Meio Ambiente

Expedição Alma Pantaneira firma parceria com Projeto Arara Azul e UNIDERP

Grupo vai registrar as aves pelo caminho e ajudar na identificação do ovino pantaneiro.

Informações assessoria de imprensa
Em 17 de Novembro de 2021 às 07h49
Integrantes da Expedição Alma Pantaneira vão registrar as araras pelo caminho. Foto: Divulgação.

A Expedição Alma Pantaneira, viagem que começa nesta quarta-feira (17/11) e que vai percorrer mais de mil quilômetros entre Cuiabá (MT) e Corumbá (MS), passando por regiões isoladas e de difícil acesso para prestar assistência médica, odontológica e veterinária aos moradores da região e animais de pequeno porte, firmou duas importantes parcerias: uma com o Projeto Arara Azul, para monitorar as aves encontradas pelo caminho, e outra com a Fundação Manoel de Barros/Uniderp, para estudar o “ovino pantaneiro”.

“Todas as araras avistadas serão registradas em uma ficha de monitoramento especialmente elaborada para nossa viagem. Para nós, poder contribuir com esse trabalho, que ajuda na preservação dessa ave, é um privilégio”, comenta empresário Leonardo Alves Palmeira, um dos organizadores da expedição.

Para Neiva Guedes, bióloga responsável pelo Projeto Arara Azul, a contribuição da Alma Pantaneira se soma a mais de três décadas de conservação das araras e da biodiversidade pantaneira. “O contato que os integrantes da viagem terão com os moradores das diversas regiões pelo caminho pode nos ajudar a entender onde essas aves estão e se a população aumentou ou diminuiu, principalmente depois dos incêndios que ocorreram no ano passado. Essas informações serão muito úteis para a preservação não só da arara azul como também das outras espécies, como a arara canindé” , comenta a bióloga.

 

O ovino pantaneiro tem pouca lã nas pernas e na barriga, além de cascos resistentes a unidade. Foto: Divulgação.

Ovino pantaneiro

A expedição também fez parceria com a Universidade Anhanguera Uniderp para ajudar na identificação e localização geográfica dos “ovinos pantaneiros”, animais que se tornaram ao longo de mais de quatro séculos perfeitamente adaptados às épocas de cheias e também às de seca. O professor Marcos Barbosa Ferreira, pesquisador do Centro Tecnológico de Ovinocultura da Fundação Manoel de Barros/Uniderp, responsável pelas pesquisas com esses animais juntamente com outros pesquisadores da Embrapa, UFGD e UEMS, embarca com o grupo. “Os ovinos pantaneiros são animais adaptados ao ambiente e muito resistentes, sendo um patrimônio genético exclusivo. Nessa viagem teremos uma ótima oportunidade de observá-los em seu ambiente e entender como é feita sua criação”, explica o professor.

Alma Pantaneira

Viajando a bordo de picapes, jipes e caminhões com tração nas quatro rodas, o grupo espera chegar em Corumbá (MS) no dia 29 de novembro. A expedição, que é encabeçada pela organização independente Médicos do Pantanal (MDP), pretende realizar cerca de três mil atendimentos médicos e odontológicos além de distribuir mais de três toneladas de material de higiene pessoal, material escolar, brinquedos entre outros itens. Integram ainda a expedição médicos veterinários que tratam de animais domésticos, aplicando vacinas e realizando pequenos procedimentos cirúrgicos.

Os participantes são todos voluntários e vêm de diversos estados do Brasil. Os custos da expedição são pagos por empresários e pessoas que acreditam no projeto. São apoiadores a Pantanal Trading, Chevrolet do Brasil, Associação Brasileira de Odontologia, Acaia Pantanal, Marinha do Brasil, Servisal, entre outros.

Cronograma da Expedição

17/11 – Saída de Campo Grande dos integrantes da região.
18/11 – Encontro de todos os integrantes em Porto Jofre (MT) e início da expedição. Atendimento Fazenda Panthera.
19/11 – Atendimento Fazenda Santa Mônica.
20/11 – Deslocamento Fazenda Santa Mônica – Fazenda Viverinho.
21/11 – Atendimento Fazenda Viverinho.
22/11 – Deslocamento Fazenda Viverinho – Fazenda Cristal.
23/11 – Atendimento Fazenda Cristal.
24/11 – Deslocamento Fazenda Cristal – Fazenda Figueiral.
25/11 – Atendimento Fazenda Figueiral.
26/11 – Deslocamento Fazenda Figueiral – Fazenda Nhuvai.
27/11 – Atendimento Fazenda Nhuvai.
28/11 – Deslocamento Fazenda Nhuvai – Fazenda Cáceres.
29/11 – Atendimento Fazenda Cáceres.
30/11 – Chegada a Corumbá.

Previsão de atendimentos totais: cerca de 3 mil
Material distribuído (higiene pessoal, escolar e brinquedos): 3 toneladas
Distância total percorrida no Pantanal: cerca de 1.200 quilômetros.

Mais informações sobre a Expedição Alma Pantaneira pelo telefone (67) 99902-2700 e (67) 99887-4462.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.