Bonito, Mato Grosso do Sul - 17 de Janeiro de 2022
Meio Ambiente

Duas pessoas são multadas por exploração ilegal de madeira e uso de motosserra irregular em Miranda

A multa chegou a R$ 1,3 mil e os infratores podem responder por crime ambiental com pena de três ou seis meses a um ano de detenção.

Ketlen da Silva
Em 14 de Dezembro de 2021 às 16h23
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Miranda recebeu denúncia nesta terça-feira (14) de que em uma chácara estaria realizando exploração de madeira ilegalmente. Uma equipe foi ao local e encontrou um homem que havia realizado o corte de uma árvore da espécie angico e já estava transformando a madeira em tábuas. O infrator informou que foi contratado e estava realizando o serviço para o proprietário da chácara.

Os policiais verificaram que o empreiteiro utilizava na atividade uma motosserra ilegal, sem o Documento de Porte e Uso (LPU), o que é crime ambiental. O infrator (59), residente no Distrito de Piraputanga (Aquidauana), foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Miranda, por crime de uso de motosserra ilegal e pela exploração ilegal de madeira, com pena prevista de três meses a um ano de detenção. O empreiteiro também foi autuado administrativamente e multado em R$ 1.000,00.

O proprietário da chácara (65), residente em Miranda, foi localizado e não possuía licença ambiental para a exploração da madeira. Ele foi autuado administrativamente e multado em R$ 300,00. O infrator responderá pelo crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção. Felizmente, houve a denúncia e a PMA chegou rapidamente, pois seria explorada muita madeira no local.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.