Bonito, Mato Grosso do Sul - 6 de Dezembro de 2019
Meio Ambiente

Desembargador atende pedido do MPF contra extinção de 80% do PARNA da Serra da Bodoquena

Com a liminar da 4ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, o Parque seria, praticamente, extinguido

Com informações de Ecoa
Em 21 de Novembro de 2019 às 08h41
(Daniel De Granville)

O desembargador Johonsom Di Salvo atendeu ao pedido do Ministério Público Federal (MPF) contra a liminar que determinava a desafetação de 80% da área do Parque Nacional (PARNA) da Serra da Bodoquena, isto é, que extinguiria o Parque. A decisão é uma grande vitória, mas a luta continua.

A junção de organizações, dentre elas a Ecoa, WWF-Brasil, Fundação Neotrópica do Brasil e Fundação SOS Mata Atlântica, continua a acompanhar, junto ao advogado Rafael Gandur Giovanelli, e atuar em defesa do PARNA da Serra da Bodoquena.

“A decisão do desembargador é brilhante. Em meio a tantos problemas ambientais no Brasil, o lindo e único Parque da Bodoquena está salvo. Parabéns ao MPF, ao advogado Rafael e as organizações que souberam agir em defesa do PARNA“, André Luiz Siqueira, presidente da Ecoa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.