Bonito, Mato Grosso do Sul - 24 de Outubro de 2021
Meio Ambiente

Daniel De Granville ganha prêmio internacional de fotografia por foto de esqueleto de jacaré na seca

A imagem conquistou o primeiro lugar na categoria Paisagem no concurso de fotos internacional da organização ambiental The Nature Conservancy, onde foram inscritas mais de 100 mil imagens de 158 países.

Com informações de G1
Em 30 de Setembro de 2021 às 16h56
(Daniel De Granville)

Morador de Bonito há 22 anos, Daniel de Granville foi premiado em primeiro lugar na categoria Paisagem no concurso de fotos internacional da organização ambiental The Nature Conservancy, onde foram inscritas mais de 100 mil imagens de 158 países, pela foto da carcaça de um jacaré na seca. Aos 52 anos, o biólogo apaixonado por fotografia e natureza é guia de turismo e registra animais até debaixo d' água.

"Eu vim originalmente para trabalhar três meses em Mato Grosso do Sul e voltar. E esses três meses viraram esses 27 anos", resume Daniel, que nasceu em Ribeirão Preto. Foi em solos sul-mato-grossenses que ele começou a fotografar.

Selecionado para guia de turismo temporário em 1994, em um hotel fazenda de Miranda, no Pantanal, Daniel acabou contratado e lá ficou por cinco anos. Neste período, começou a fotografar e hoje é um dos nomes mais lembrados quando o assunto é a fauna e a flora.

"Iam muitos fotógrafos profissionais do mundo todo lá [no hotel fazenda] e eu acabava trabalhando como guia para eles. O pessoal me designava, eu gostava e aproveitava para ir pegando dicas, etc. Aí que eu comecei. Com aquela abundância de vida silvestre que o Pantanal oferece eu comecei a pegar gosto, pegar dicas com os clientes, comprar os equipamentos mais adequados e aí que eu deslanchei na fotografia", conta.

De Miranda, Daniel foi para Bonito. Durante um tempo, trabalhou como guia de turismo e consultor ambiental, o que o fez conhecer muita gente por lá. São pessoas que hoje o ajudam na arte de fotografar. Elas autorizam a entrada dele em áreas particulares ou avisam quando tem determinado animal ou um cenário diferente.
E a fotografia também depende do estudo do comportamento dos animais também faz parte do trabalho.

"Como é que ele aparece, se ele é um bicho muito arisco, se tem algum perigo de você se aproximar muito e acontecer alguma. Mas, felizmente, até hoje, eu nunca tive nenhum problema de me sentir ameaçado por um bicho que estava querendo me atacar, alguma coisa assim".

O primeiro prêmio de Daniel foi em 2006. "Um concurso nacional de fotografia de aves. Fotografei um filhote de pavãozinho do Pará, no Pantanal. Mas não sou um participante ávido de tudo quanto é concurso. Felizmente, de vez em quando alguns".

"É a primeira vez que ganho um concurso com uma foto chocante. Não é uma imagem bela, que causa prazer nas pessoas. Posso chamar de denúncia do que está acontecendo no nosso ambiente natural. É um outro enfoque da fotografia que me trouxe esse prêmio". E quando registrou a imagem, Daniel não tinha ideia de onde iria chegar.

"Foi uma coisa tão rápida. Nós fomos passar alguns dias no Pantanal e nós estávamos indo embora. Foi a última foto que eu fiz na viagem. Com restinho de bateria do drone. Eu tinha três minutos de bateria e por sorte eu consegui fazer. Na hora eu nem consegui conferir porque a gente estava pegando estrada. Só depois que cheguei em casa vi que tinha potencial. É uma foto que retrata bem o que aconteceu ano passado com o Pantanal e que infelizmente esse ano está se repetindo", relembra ele.

Confira todas as imagens ganhadoras clicando aqui .

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.