Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Novembro de 2021
Meio Ambiente

Com meta de arrecadar mais de R$ 600 mil, Brigada Alto Pantanal lança campanha para financiar atividades de 2022

Com o recurso, um dos objetivos é manter a brigada de sete pessoas durante o próximo ano. O custo para manter os brigadistas pantaneiros é de R$ 288 mil.

Com informações de assessoria
Em 21 de Outubro de 2021 às 15h50
(Cleyton Varela)

Para continuar com as atividades no próximo ano, a Brigada Alto Pantanal lançou, neste mês, uma campanha de arrecadação. A meta, desta vez, é arrecadar, pelo menos, R$ 662 milhões, o que permitirá a contratação dos brigadistas por mais um ano e a compra de Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs), além de custear combustível, alimentação e despesas operacionais. Desta vez, a aquisição de dois barcos menores também está entre as metas.

A Brigada Alto Pantanal foi criada no ano passado, quando o Pantanal foi acometido pelo maior incêndio ambiental já visto. Com as doações de 2020, tem sido possível manter a brigada ativa ao longo deste ano. Para a manutenção do trabalho em 2022, novas doações são necessárias.

“O Pantanal resiste, mas precisa de nós e de uma atuação especializada. Não basta combatermos as chamas, precisamos preveni-las, o que demanda dedicação e exclusividade ao trabalho. O papel do Estado é muito importante, com a atuação do PREVFogo e Corpo de Bombeiros, porém manter a Brigada Alto Pantanal ativa é fundamental para o bioma,especialmente nas ações preventivas”, afirma o presidente do Instituto Homem Pantaneiro (IHP), coronel Ângelo Rabelo, que há mais de 30 anos atua pela preservação do Pantanal.

A Brigada tem o papel preventivo e que sempre será necessário assegurar o papel do Estado, seja do PREVFogo e Corpo de Bombeiros

A campanha #PantanalResiste foi lançada neste mês e tem quatro metas. A primeira delas é manter a brigada de sete pessoas, ao longo de um ano. O custo para manter os brigadistas pantaneiros é de R$ 288 mil.

A segunda meta da campanha é equipar de forma eficiente a brigada, com a aquisição de EPIs e novos equipamentos. A estimativa é que o custo seja de R$ 46 mil. A terceira meta contempla o segundo maior custo da Brigada Alto Pantanal, que engloba combustível, alimentação e despesas operacionais. Para isso, são necessários R$ 205 mil.

A última meta é a aquisição de dois barcos menores para transporte da brigada até pontos de combate. Esses barcos podem ajudar no combate às chamas, ao otimizarem o deslocamento dos brigadistas até áreas de difícil acesso, como corixos e baías da região. A meta quatro é arrecadar R$ 123 mil para a compra das embarcações.

A campanha #PantanalResiste reúne várias plataformas para recebimento de doações. A doação de qualquer valor pode ser por PIX na chave contato@brigadaaltopantanal.org.br , por transferência no Banco do Brasil - Agência 0014-0, Conta 70312-5 (Instituto Homem Pantaneiro - CNPJ 16.575.853/0001-91), pelo PayPal ou com cartão de crédito clicando aqui .

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.