Bonito, Mato Grosso do Sul - 25 de Outubro de 2020
Meio Ambiente

Câmara Técnica analisou 47 projetos de manejo e conservação de solo e água em Bonito e Jardim

Os produtores rurais das cidades estão procurando os técnicos para elaboração de projetos e para orientação em sua execução, para que a produção mantenha-se sustentável.

Com informações de Agraer - Ketlen da Silva
Em 24 de Setembro de 2020 às 14h29
(Divulgação)

A Câmara Técnica de Conservação de Solo e Água da Bacia do Rio da Prata e do Rio Formoso instituída pelo Governo do Estado, em março de 2019, pelo Decreto nº 15.197, sob a coordenação da Semagro, através do secretário Jaime Verruck, após um ano e meio de funcionamento, recebeu do Imasul, até agosto de 2020, 47 projetos de Manejo e Conservação de Solo e Água para análise e parecer.

Esses projetos, em geral, são apresentados ao Imasul requerendo licença ambiental para supressão, corte de árvores nativas, porém alguns deles têm o propósito apenas de obterem Declaração Ambiental para movimentação de solo, seja para mudança de atividade, como pastagem para lavoura, seja para outra atividade, tais como: terraplanagem, construção de açude, drenagem, etc.

“Esse decreto criou uma nova condição, uma obrigatoriedade para os produtores rurais daquela região. A Câmara Técnica tem 60 dias para analisar os projetos de conservação do solo e deliberar antes de remeter ao Imasul. Não é um licenciamento, mas quando houver qualquer tipo de alteração na atividade econômica, todos deverão usar técnicas de conservação de solo, conforme disciplina a publicação”, destaca o Secretário.

Além desse trabalho, a Câmara Técnica mantém, permanentemente, o servidor Paulo Gimenes orientando produtores, a Prefeitura Municipal e Agesul em adequações das estradas rurais da região.

O Coordenador da Câmara Técnica, Rogério Beretta, destaca o comprometimento dos produtores rurais de Bonito e Jardim, sob a coordenação dos Sindicatos Rurais locais, que estão procurando os técnicos para elaboração de projetos e para orientação em sua execução, para que a produção mantenha-se sustentável.

O representante da Agraer, Fernando Nascimento, acredita que o bom momento de preços da soja, aliado a revitalização do Porto e a expectativa da construção da ponte em Porto Murtinho contribuem para expansão da cultura na região, por isso, os municípios de Jardim e de Bonito estarem experimentando o crescimento da área plantada, em geral, em áreas de pastagens.

A Câmara é composta por representante e suplente da Semagro, Agraer, Imasul, Agesul, Famasul, Fundação MS, Embrapa, Prefeitura Municipal de Jardim, Prefeitura Municipal de Bonito. Recentemente, a UEMS também se incorporou à Câmara Técnica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.