Bonito, Mato Grosso do Sul - 21 de Setembro de 2020
Meio Ambiente

Brigadas comunitárias são formadas para o combate aos incêndios no Pantanal

Ação do Observatório Pantanal, viabilizada pela Ecoa e WWF-Brasil, promove cursos para a formação de mais quatro brigadas permanentes na região.

Com informações de Ecoa - Ketlen da Silva
Em 04 de Setembro de 2020 às 13h41
(Divulgação)

Em 2020, o Pantanal apresenta os piores dados de focos de incêndios das últimas 2 décadas, segundo o monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que já resultaram em mais de 1 milhão de hectares de área queimada. Os incêndios têm impactos na biodiversidade e colocam em risco a saúde das famílias locais. Brigadas que possam atuar de forma permanente são uma das medidas urgentes para o enfrentamento deste cenário.

Os cursos para a formação de mais 28 brigadistas fazem parte de ação do Observatorio Pantanal (OP), formado por 33 organizações da sociedade civil, para o combate e a prevenção dos incêndios. Os cursos são promovidos através de convênio entre a Ecoa e o Prevfogo/Ibama e acontecem no Assentamento 72, em Ladário/MS, Aldeia Brejão, Nioaque/MS, APAIM (Associação de Pescadores Artesanais de Iscas de Miranda), Miranda/MS e na região da Serra do Amolar, na comunidade da Barra do São Lourenço. As formações ocorrem entre a última semana de agosto e a primeira semana de setembro.

Através do trabalho de educação e formação, o objetivo é que se tenha brigadas a todo o tempo nestas localidades afetadas pelos incêndios, que contribuam diretamente também para a conservação de seus territórios.

Os equipamentos das brigadas foram doados pelo Observatorio Pantanal e WWF-Brasil e o curso viabilizado pela Ecoa, através do Projeto transfronteiriço ECCOS, que tem apoio da União Europeia.

O curso foi promovido seguindo protocolos de segurança diante da pandemia da Covid-19. Todos os participantes fizeram uso de máscaras e mantiveram, durante as aulas teóricas, o distanciamento recomendado.

Ecoa

A Ecoa atua com brigadas comunitárias desde 2006, quando formou seus primeiros 12 brigadistas na Serra do Amolar e Barra do São Lourenço para combate aos incêndios e apoio à proteção do Parque Nacional do Pantanal Matogrossense e regiões do entorno.

Neste ano, a Ecoa também deu todo o suporte à realização dos cursos através da articulação junto aos grupos que serão formados, dos quais atua diretamente em diversas ações para a proteção dos territórios e conservação da região.

A educação e a formação de brigadas permanentes e locais, além de fundamentais para a conservação, é uma maneira de as comunidades terem condições de proteção às suas casas e suas vidas. E esta é uma ação prioritária da Ecoa e integra a campanha permanente Queimada Mata.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.