Bonito, Mato Grosso do Sul - 20 de Setembro de 2021
Meio Ambiente

Bombeiros e PMA investigam pontes destruídas pelo fogo no Pantanal

Nas estradas MS-325 e MS-243, Pantanal do Nabileque, ao sul de Corumbá, sete pontes de madeira foram queimadas nos últimos dias.

Com informações de Governo de MS
Em 19 de Agosto de 2021 às 15h26
(Divulgação)

O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar Ambiental (PMA) estão investigando a origem dos incêndios que destruíram oito pontes de madeira nos pantanais de Corumbá e Porto Murtinho, nas últimas 48 horas.

O secretário de Infraestrutura, Eduardo Riedel, disse que as pontes serão recuperadas. Ele condenou o ato. "Existem indícios de incêndio criminoso e isso está na mão da Polícia de Mato Grosso do Sul, vamos investigar e buscar os responsáveis. Não estamos falando apenas do patrimônio público, mas também sobre o direito das pessoas de ir e de vir, afinal não podemos deixar as comunidades isoladas. É um ato grave", afirmou o secretário.

Há indícios de ação humana, segundo os primeiros levantamentos, com a ocorrência do fogo apenas nas estruturas das travessias que dão acesso e escoamento à produção de regiões isoladas do bioma.

Um dos registros mais recentes ocorreu na estrada MS-195, em Porto Murtinho, onde o incêndio destruiu a ponte sobre o Córrego Progresso. Testemunhas ouvidas durante as investigações informaram que foram encontrados galões de combustível próximo ao local do sinistro, configurando prática de crime.

Combate e monitoramento

A ponte é o único acesso de produtores rurais e a interrupção prejudica também os moradores da Colônia Ingazeira e o transporte de alunos à cidade, distante 30 quilômetros. O Corpo de Bombeiros registrou pelo menos três focos de calor na região em 48 horas.

Nas estradas MS-325 e MS-243, Pantanal do Nabileque, ao sul de Corumbá, sete pontes de madeira foram queimadas nos últimos dias, a maioria entre o Morro do Azeite (BR-262) e os trilhos da ferrovia Noroeste do Brasil, que corta a região pantaneira.

Nesta região, a localidade conhecida como Carandazal está concentrando os maiores incêndios florestais desde o início do mês de julho. A Operação Hefesto, com sede em Corumbá, está atuando no combate e monitoramento dos focos, um deles ativado na fazenda São Francisco do Pau Arcado.

“Durante a atividade de combate ao incêndio no Carandazal a guarnição resgatou um filhote de jacaré que estava fugindo do incêndio e o soltou num açude de uma área segura”, informou a tenente-coronel Tatiane Dias de Oliveira Inoue, comandante da operação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.