Bonito, Mato Grosso do Sul - 14 de Maio de 2021
Meio Ambiente

Assentada é multada em R$ 5 mil por exploração de madeira ilegal em Nioaque

Foram apreendidas 13 toras de aroeira e angico exploradas de uma vegetação de reserva legal para os moradores do assentamento.

Ketlen da Silva
Em 29 de Abril de 2021 às 14h18
(Divulgação)

A Polícia Militar Ambiental de Jardim recebeu denúncias de que assentados rurais, do assentamento Rio Feio, localizado em Nioaque, estariam explorando madeira ilegalmente na área definida pelo Instituto Nacional da Reforma Agrária (INCRA), como os 20% de vegetação de reserva legal obrigatoriamente protegida por lei coletivamente para servir a todos os lotes dos assentados.

Uma equipe esteve no local nesta quarta-feira (28), confirmou a denúncia e verificou que a proprietária de um lote invadiu a área protegida e derrubou diversas árvores das espécies aroeira e angico na área protegida e explorava a madeira sem a licença autorizativa do órgão ambiental. A madeira retirada estava sendo arrastada e armazenada no lote da assentada, que é próximo da reserva. Foram apreendidas 13 toras de aroeira e angico.

As atividades foram paralisadas e a infratora (66), residente em Nioaque, responderá por crime ambiental de degradar área protegida, com pena de um a três meses a um ano de detenção. Ela foi também autuada administrativamente e multada em R$ 5.000,00.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Meio Ambiente
VER TODAS EM MEIO AMBIENTE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.