Bonito, Mato Grosso do Sul - 16 de Dezembro de 2019
Turismo

Decreto visa proteção do rio da Prata em MS

O novo decreto também vai salvaguardar os rios Salobra e Formoso. No mês de novembro, o Rio da Prata, conhecido pelas águas cristalinas, foi tomado pela lama.

Informações Campo Grande News
Em 14 de Fevereiro de 2019 às 09h17
Rio da Prata, Jardim (MS). (Divulgação/ Grupo Rio da Prata)
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou na última quarta-feira (13) que vai publicar decreto específico para proteção do Rio da Prata, compartilhado pelos municípios de Bonito e Jardim. A notícia foi divulgada no portal Campo Grand News. O novo decreto também vai salvaguardar os rios Salobra e Formoso. No mês de novembro, o Rio da Prata, conhecido pelas águas cristalinas, foi tomado pela lama. Nele, termina o passeio de flutuação por quem vem pelo rio Olho D’Água. O turvamento do Rio da Prata foi atribuído ao grande volume de chuva em pouco tempo, estradas sem caixa de contenção e os sedimentos que saíram de duas fazendas, na troca de pecuária por lavoura. A mudança da atividade econômica está em expansão em Bonito, município vizinho a Jardim. “O próprio governo e as prefeituras locais precisam olhar para as rodovias que passam ao redor dos rios e verificar as caixas de contenção”, afirma o governador. O decreto vai trazer regras específicas e será publicado pelo Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) nos próximos dias.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.