Bonito, Mato Grosso do Sul - 22 de Abril de 2024
Turismo

Superintendência da Anac concede certificado operacional para o Aeroporto de Bonito

Em 2021, o local recebeu investimentos, ampliando a capacidade de voos para o principal destino de ecoturismo e garantindo segurança operacional e mais conforto e comodidade aos passageiros.

Com informações de MidiaMax
Em 23 de Setembro de 2022 às 15h54
(Divulgação)

A Superintendência de Infraestrutura Aeroportuária, da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), concedeu o Certificado Operacional do Aeroporto de Bonito. O certificado foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (23).

De acordo com a publicação, a certificação terá as seguintes especificações operativas:

  • I - Geral:

a) Código de referência: 3C;

b) O aeroporto pode ser utilizado regularmente por quaisquer aeronaves compatíveis com o código de referência 3C ou inferior;

c) Tipo de operação por pista/cabeceira:

Cabeceira 18: VFR Diurno/Noturno e IFR Não-precisão Diurno/Noturno; e

Cabeceira 36: VFR Diurno/Noturno e IFR Não-precisão Diurno/Noturno.

d) Categoria Contraincêndio do Aeródromo - CAT: 5 (cinco).

  • II - Restrição a classes e tipos de aeronaves: Não aplicável.
  • III - Restrição aos serviços aéreos: Não aplicável.
  • IV - Restrições operacionais: Não há.

Certificação

Em 2021, o Aeroporto de Bonito recebeu investimentos, ampliando a capacidade de voos para o principal destino de ecoturismo e garantindo segurança operacional e mais conforto e comodidade aos passageiros. À época, técnicos do Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo) inspecionaram os novos equipamentos instalados e obras físicas como parte do processo de homologação, que foi publicado nesta sexta.

O aeroporto de Bonito está sob a administração do Estado desde junho de 2017, após rompimento do contrato de concessão a uma empresa privada. A gestão, operacionalização e manutenção é de responsabilidade da Secretaria de Infraestrutura, por meio da Superintendência Viária. A intervenção administrativa do Estado foi fundamental para manter o aeroporto em operação e captar recurso federais para adequações na pista e no terminal.

A instalação de novos equipamentos, como o sistema PAPI (Indicador de Percurso de Aproximação de Precisão), e as reformas nas áreas internas e externas do aeroporto para atender as normas da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), ocorreram paralelamente às gestões do Estado para atrair novos voos. Uma das ações para o fortalecimento e promoção do turismo regional foi o Programa Decola MS, com a redução da alíquota de ICMS do querosene.

O PAPI é um sistema de auxílio visual à navegação aérea, que tem por objetivo informar os pilotos sobre a altitude ideal da aeronave na fase de aproximação para pouso. O equipamento é constituído por quatro aparelhos de iluminação, que são instalados na cabeceira da pista de pouso e decolagem. Já implantado, a tecnologia de ponta é o primeiro passo para homologar voos por instrumento no aeródromo, melhorando a logística de transporte com segurança.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.