Bonito, Mato Grosso do Sul - 25 de Outubro de 2020
Turismo

Protocolos de segurança elaborados pelo Sesi e Sebrae resultam em selo internacional de destino turístico seguro para o MS

O protocolo de boas práticas da WTTC foi elaborado seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), com a colaboração de diversas entidades ligadas ao setor turístico.

Com informações assessoria de imprensa
Em 14 de Outubro de 2020 às 08h18
A Estância Mimosa Ecoturismo, passeio de cachoeiras em Jardim, é um dos atrativos que conquistou a certificação internacional.

Fruto de um trabalho intenso entre Sesi e Sebrae/MS, por meio das consultorias do Sesi Protocolos de Saúde e Segurança Covid-19, Governo do Estado e prefeituras, Mato Grosso do Sul é um dos primeiros Estados do País a conquistar o selo internacional de turismo seguro “Safe Travels”, criado pelo Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC - World Travel & Tourism Council).

A organização privada trabalha com pesquisas sobre o impacto econômico e social do setor, com a organização de conferências globais e regionais focadas em assuntos relevantes para a indústria do turismo e também para aumentar a conscientização sobre a atividade econômica do setor. Conforme o presidente da Fiems, Sérgio Longen, é fundamental destacar o trabalho do Sesi nesse momento e destacar a indústria do turismo.

“Entregarmos os protocolos de segurança para inúmeras empresas, bares, restaurantes e hotéis, que conseguiram voltar a funcionar sem riscos para colaboradores e clientes. No feriado prolongado, Bonito (MS) esgotou todas as vagas dos hotéis, então, essa notícia é motivo de comemoração, principalmente depois desse período em que a área do turismo sofreu demais nos primeiros meses da pandemia”, afirmou Sérgio Longen.

O gerente de SST (Saúde e Segurança do Trabalho) do Sesi, Michel Klaime Filho, explicou que a instituição atuou em duas frentes para possibilitar a retomada do turismo: primeiro, elaborou os protocolos de segurança contendo as orientações necessárias para readequação do atendimento de cada segmento durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19); depois ofereceu uma consultoria individual para cada empresa, sem qualquer custo, para que o empresário entenda qual postura adotar e que mudanças implementar para garantir a segurança do cliente.

O Sesi está atuando para, acima de tudo, preservar a saúde das pessoas, a sustentabilidade das empresas e manutenção do emprego e renda. Saber que Mato Grosso do Sul recebeu esse selo de destino seguro reforça o nosso trabalho e nos coloca como referência internacional em protocolos de segurança, demonstrando que estamos no caminho certo. Estamos auxiliando empresas de diversos segmentos a manter as portas abertas, cumprindo todas as medidas de biossegurança e garantindo uma atuação segura para seus colaboradores e clientes” , ressaltou Michel Klaime.

Para o diretor-presidente da Fundação de Turismo de Mato Grosso do Sul, Bruno Wendling, a conquista do selo internacional é um passo importante na retomada do turismo. “Mostra que os destinos que estão adotando os protocolos de biossegurança têm feito o dever de casa. Os procedimentos foram trabalhados de forma correta especialmente em Bonito, Miranda e Corumbá, que também desenvolveram protocolos municipais e isso faz com que o conjunto de ações dê ao Estado a condição de ter o reconhecimento da WTTC. Estamos muito felizes, pois o selo mostra que a imagem de Mato Grosso do Sul vai ser positiva lá fora e que estamos prontos para a retomada do turismo internacional, quando os voos e a conectividade aérea voltarem à regularidade” , projetou.

O protocolo de boas práticas da WTTC foi elaborado seguindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), com a colaboração de diversas entidades ligadas ao setor turístico, entre eles o Sesi em parceria com o Sebrae/MS. Para o selo ser validado, os protocolos de biossegurança adotados pelos destinos solicitantes precisam atender a vários requisitos de enfrentamento à pandemia de coronavírus. Governos e empresas do setor que adotaram e implementaram efetivamente os protocolos padronizados globais de saúde e higiene podem solicitá-lo e estar aptos a usarem o selo.

A ideia é que viajantes reconheçam os governos e negócios ao redor do mundo com o “Safe Travels” como um sinal de que estas instituições adotaram protocolos globais de saúde e higiene. O selo pretende mostrar a esses consumidores que eles podem viver a experiência de uma "Viagem Segura" enquanto não se conhece uma vacina ou tratamento eficaz para a Covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
Em 23 de Outubro de às 16h30
Com adaptações na programação diante da pandemia de Covid-19, a “Cidade Mágica do Natal” está preparada para receber turistas de forma segura.
Em 22 de Outubro de às 08h06
O programa apresentou a riqueza de fauna e flora local, além da importância do próprio ecoturismo na região.
Em 20 de Outubro de às 15h51
A avaliação é do presidente de Neuso Rafagnin, presidente do Sindhotéis (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares Foz do Iguaçu e Região).
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.