Bonito, Mato Grosso do Sul - 6 de Julho de 2020
Turismo

Projeto Jiboia lança campanha para arrecadação de fundos

Quem participar da ação terá ingressos para usar em atrativo por um período de 2 anos.

Natani Ferreira
Em 25 de Maio de 2020 às 15h15
Henrique Naufal, idealizador do Projeto Jiboia (Reprodução/Instagram)

O Projeto Jiboia, atrativo turístico de Bonito (MS), lançou uma campanha para ajudar nos custos da manutenção do empreendimento durante a pandemia de coronavírus.

A ideia é deixar um valor de crédito por um período de até 2 anos para quem puder pagar antecipadamente sua visita. O ingresso custa R$50,00 por pessoa. Após realizar o depósito, é só mandar o comprovante via inbox para o instagram do @projetojiboia e apresentá-lo na portaria do atrativo. 

“A gente sempre fez um trabalho social, sustentado de maneira independente. Com o fechamento do turismo as nossas despesas continuam as mesmas e não temos recurso para pagar os profissionais, energia para aquecimento das cobras e ração dos roedores que servem de alimento para os animais”, explicou Henrique Naufal, idealizador do projeto.

O Projeto Jiboia conta com 15 anos de história e tem o objetivo de desmistificar as serpentes não peçonhentas e seu comportamento - freqüentemente relacionado à maldade e ao perigo. Neste sentido a ideia é que o visitante conheça melhor os hábitos alimentares e, principalmente, de relacionamento destes animais para ter uma nova percepção e quebrar possíveis paradigmas.

Seguem abaixo os dados para quem se interessar em ajudar:

Banco do Brasil

Agência 1031-6

Conta corrente 690690-7

R$50,00

Henrique Peres Naufal ME

CNPJ 12.569.510/0001-63

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.