Bonito, Mato Grosso do Sul - 7 de Agosto de 2022
Turismo

Pavimentação da MS-382, em Bonito, segue em ritmo acelerado

O investimento vai impulsionar ainda mais o turismo de sul-mato-grossenses e de paraguaios à cidade conhecida mundialmente pelas belezas naturais.

Com informação de assessoria
Em 18 de Julho de 2022 às 14h54
(Divulgação/Prefeitura de Bonito)

Com mais de 90% do primeiro lote concluído, a pavimentação da rodovia MS-382 segue em ritmo acelerado. A rodovia vai facilitar o acesso de turistas da fronteira com o Paraguai a Bonito, um dos principais destinos turísticos do Brasil.

São duas frentes de trabalho, sendo que o primeiro lote, com 39,32 quilômetros partindo de Guia Lopes da Laguna sentido Ponta Porã, deverá ser entregue antes do prazo contratual, que é dezembro deste ano.

Já a segunda parte da obra, com 19,5 quilômetros de extensão, teve início em 14 de outubro de 2021 e avança com várias equipes e previsão de término em outubro do próximo ano.

O investimento vai impulsionar ainda mais o turismo de sul-mato-grossenses e de paraguaios à cidade conhecida mundialmente pelas belezas naturais.

Para a secretária-executiva do Convention Bureau e coordenadora do Observatório de Bonito, Janaina Mainchein, os investimentos públicos e privados já têm ajudado a ampliar o número de visitantes, mesmo durante a baixa temporada, superando o período pré-pandemia.

“O turismo vem aumentando por vários motivos: busca de atividades ao ar livre; investimentos públicos do Estado com obras e campanhas para estimular o turismo interno com desconto para quem é de Mato Grosso do Sul durante a baixa temporada; a vinda de mais uma companhia aérea, com voos praticamente todo dia para Bonito; e os investimentos dos empresários em infraestrutura para receber os visitantes”, conta Janaina.

O resultado disso é que, mesmo na baixa temporada, Bonito teve o melhor junho da história neste ano, com aumento de 16 pontos percentuais na ocupação hoteleira em relação a 2021 e de 7 pontos percentuais na comparação com o período pré-pandemia (2019).

Só que a cidade tem capacidade de receber ainda mais pessoas. “Recebemos cerca de 240 mil visitantes por ano e a nossa taxa de ocupação hoteleira é de 50%. A maior parte dos turistas desce em Campo Grande e aluga um carro para ir a Bonito. Muitas dessas pessoas não sabem que Bonito tem aeroporto”, acrescenta.

Ainda segundo ela, a maioria dos visitantes vem de São Paulo. Há também um grande número de paranaenses visitando Bonito e está crescendo o número de sul-mato-grossenses indo ao município. Já o percentual de turistas estrangeiros é de 10%.

Investimentos estaduais

Desde 2015, o Governo do Estado investe em obras estruturantes em Bonito, como a pavimentação de rodovias e as adequações no aeroporto. A intervenção administrativa do Estado foi fundamental para manter o aeródromo em operação e captar recurso federais para adequações na pista, no terminal e implantação de moderno sistema de segurança à navegação.

A gestão estadual também concluiu a pavimentação da MS-178, que se interliga à BR-267 (Porto Murtinho), além dos investimentos em andamento na MS-382 e o asfaltamento da MS-345 (Estrada do 21), entre Anastácio e o distrito de Águas de Miranda, que promete encurtar distâncias, interiorizar o desenvolvimento e fomentar o turismo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
Em 03 de Agosto de às 15h56
Em 2021, o tempo de pernoite em destinos nacionais foi de sete dias.
Em 02 de Agosto de às 14h24
Destino com 7 mil habitantes, a ilha de Páscoa recebia, antes da pandemia, cerca de 160 mil turistas por ano, que chegavam em dois voos diários.
Em 28 de Julho de às 16h46
Algumas atrações turísticas também têm limite pré-estabelecido de turistas, como o Coliseu, em Roma.
Em 21 de Julho de às 16h58
Várias taxas de câmbio para diferentes tipos de operações coexistem na Argentina.
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.