Bonito, Mato Grosso do Sul - 19 de Maio de 2022
Turismo

Investimentos do Estado e trabalho conjunto garantem a Bonito resultado expressivo no turismo

Boletim realizado pelo Observatório de Turismo de Bonito registrou a visita de 27.941 turistas em dezembro, recorde dos últimos seis anos – período em que é feita a pesquisa.

Com informações de FundTur/MS
Em 17 de Janeiro de 2022 às 16h44
A nova rota de Congonhas para Bonito foi inaugurada em 2 de dezembro, a primeira lançada pela empresa desde 2019. (Divulgação)

A organização do destino, premiado em segurança com o cumprimento dos protocolos sanitários elaborados por todos os segmentos, a presença da Fundação de Turismo (Fundtur/MS) no fomento e promoção, e os investimentos do Governo do Estado em infraestrutura e serviços, foram determinantes para Bonito superar os impactos da pandemia do coronavírus e alcançar resultados positivos na temporada turística de 2021.

Nesta semana, foi apresentado o boletim do movimento de turistas de dezembro e anual do melhor destino de ecoturismo e aventura do país e referência mundial nos segmentos. Foram 205.460 visitantes no acumulado de 2021, com taxa de ocupação hoteleira de 80 e 100% no Natal e no Réveillon, segundo dados do Bonito Convention & Visitors Bureau (BCVB). Destaque também para o melhor mês aéreo do ano, com 2.983 desembarques em dezembro.

Realizado mensalmente pelo Observatório de Turismo de Bonito (OTEB), coordenado pelo BCVB, o boletim registrou a visita de 27.941 turistas em dezembro, recorde dos últimos seis anos – período em que é feita a pesquisa. Foram 679.650 visitações aos mais de 40 atrativos, inferior apenas a 2019 (711.515), com o último quadrimestre superando todas as demais temporadas com um total de 336.255 vouchers comercializados, sendo 92.710 em dezembro.

Investimento facilita acesso

A conquista do voo da Gol, de Congonhas para Bonito – a nova rota foi inaugurada em 2 de dezembro, a primeira lançada pela empresa desde 2019 -, foi um marco para o turismo do Estado e Bonito e a materialização da presença do governo estadual na região. Somente no município são investidos mais de R$ 170 milhões em obras estruturantes, como a pavimentação de rodovias, e nas demais áreas prioritárias (saneamento, saúde e educação).

A intervenção administrativa do Estado no aeroporto local, retomando a sua gestão, foi fundamental para mantê-lo em operação e captar recurso federais para adequações na pista, no terminal e implantação de moderno sistema de segurança à navegação, com investimentos de R$ 10 milhões. O aeródromo é um dos únicos do interior do Brasil com certificação da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) para operar aeronaves de grande porte.

A melhoria do acesso rodoviário qualifica a rota. Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, foi concluída a pavimentação da MS-178, que se interliga à BR-267 (Porto Murtinho), e está em obras a restauração da MS-382, entre Guia Lopes e Bonito, e a pavimentação do trecho entre Guia Lopes e a fronteira com o Paraguai. Também está em execução o asfaltamento da MS-345 (Estrada do 21), polo de pesca esportiva na região.

De olho nas oportunidades

Bonito registrou um incremento do público do Estado, no ano passado, representando 7,40% do total de visitantes. A pesquisa aponta ainda um aumento no período de permanência do turista no destino, entre cinco a uma semana. São Paulo continua sendo o principal emissor de turistas nacionais, com 32,92% dos visitantes, seguido de RJ (11,76%), PR (1,10%) e SC (7,77%) Os maiores emissores internacionais foram Paraguai, Estados Unidos, França, Bolívia e Alemanha.

“Os bons números refletem as oportunidades geradas no mercado interno e ao trabalho da Fundação de Turismo e do trade que se mantiveram ativos em ações de promoção desde o início da pandemia”, avalia Bruno Wendling, diretor-presidente da FundturMS. Uma das grandes ações do Estado, segundo ele, foi a captação do voo direto do aeroporto de Congonhas para Bonito, por meio do programa Decola MS de atração das companhias aéreas.

Wendling disse que o planejamento da fundação para 2022 leva em conta vários cenários, de forma a responder rapidamente às oportunidades, lembrando que o momento ainda é de atenção e com expectativa de que a pandemia comece a enfraquecer com a eficácia da vacinação e redução dos casos graves de Covid-19. “Ainda não tivemos normalização de acessos aéreos nacionais e internacionais, porém continuamos trabalhando nos dois cenários”, observa.

Para o presidente do BCVB, Rodrigo Coinete, os números recordes de demanda turística em Bonito no último período é fruto de um trabalho consistente e da parceria entre trade e poder público, principalmente Fundtur e prefeitura de Bonito. “Foram várias ações integradas de promoção e muito profissional. Mas, mesmo diante desses excelentes resultados estamos sempre vigilantes quanto à pandemia, tanto no monitoramento do número de casos de infectados, quanto ao respeito às regras sanitárias”, disse.

A secretária de Turismo, Indústria e Comércio de Bonito, Juliane Salvadori, também destacou o trabalho em conjunto da prefeitura, trade, Fundtur e a secretaria estadual de Infraestrutura e o volume de obras do Estado no município, como a melhoria da logística, reformas do aeroporto e do hospital e construção do quartel do Corpo de Bombeiros. “Além dessa parceria, o importante é continuarmos ofertando serviços de altíssima qualidade e manter os protocolos de biossegurança”, frisou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
Em 11 de Maio de às 11h17
Novas recomendações entrarão em vigor no dia 16 de maio e seguem as políticas dos países para o transporte público.
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.