Bonito, Mato Grosso do Sul - 15 de Abril de 2021
Turismo

Atrativos turísticos de Jardim, Bodoquena e balneários voltam a operar com capacidade reduzida

Reabertura acontece a partir do dia 05 de abril.

Da Redação
Em 01 de Abril de 2021 às 09h44
Estância Mimosa Ecoturismo, atrativo de Bonito (MS). Foto: Fernando Peres.

Atrativos turísticos de Jardim e Bodoquena voltarão a funcionar a partir do dia 05 de abril, juntamente com os balneários, após a publicação do decreto estadual nº 15.644 que autoriza a reabertura de empreendimentos com redução de 50% da capacidade de atendimento.

A suspensão das atividades de alguns empreendimentos ocorreu em virtude de decreto estadual para conter o avanço da pandemia de Covid-19. Parte do turismo de Bonito, no entanto, continuou operando após publicação de decreto municipal que promoveu adequações na capacidade de carga dos atrativos e comprometimento de seguir à risca as medidas implementadas nos protocolos de biossegurança.

Mudanças no toque de recolher

De acordo com novo decreto estadual, Mato Grosso do Sul terá três toques de recolher, conforme a classificação do município no Programa Prosseguir.

Bonito atualmente está na bandeira vermelha, o que significa que o toque será de 21h às 5h. Já os municípios com bandeiras laranja, amarela e verde, terão horário mais flexível, de 22h às 5h. Em locais mais críticos, com bandeira cinza, o horário será de 20h às 5h, como vigora atualmente para todo o Estado.

Clique aqui e confirma o decreto estadual nº 15.644.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Turismo
Em 13 de Abril de às 16h21
Primeiro-ministro do país anunciou a suspensão, sem previsão de data para terminar. Profissionais de saúde e políticos de oposição fizeram pressão para que o governo adotasse a medida.
VER TODAS EM TURISMO
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.