Bonito, Mato Grosso do Sul - 25 de Fevereiro de 2020
Geral

Obras de drenagem começam no lago do Parque das Nações Indígenas

O Parque das Nações Indígenas é frequentado diariamente por cerca de duas mil pessoas.

Informações Imasul
Em 19 de Junho de 2019 às 08h42
Com parceria da prefeitura de Campo Grande, as obras de desassoreamento tiveram início em 11 de junho pelo lago menor. Segundo o superintendente de Serviços Públicos da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sisep), Medhi Talayeh, as obras no lago menor serão concluídas no sábado (22.6) e na próxima segunda-feira irão iniciar os trabalhos de retirada de areia na lagoa maior. Por essa razão, foi aberto o dreno do lago nessa segunda-feira (17.6) secando o primeiro nível do lago para que as maquinas possam realizar o serviço de retirada da areia. O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) esteve vistoriando a condição dos animais do lago nesta terça-feira. O gerente de Recursos Pesqueiros e Fauna do Imasul, Vander de Jesus, explicou que como o lago possui dois níveis, os peixes vão ficar no segundo nível. O Imasul irá monitorar a situação, caso haja a necessidade da retirada dos peixes. O desassoreamento dos lagos faz parte das seis ações realizadas pelo Governo do Estado para a revitalização do Parque das Nações indígenas. É previsto durante o processo de desassoreamento do lago para retirada de aproximadamente 140 mil metros cúbicos de areia, com a utilização de escavadeiras hidráulicas. O desassoreamento e recuperação dos lagos de contenção do Parque das Nações Indígenas será realizado através de convênio com o repasse de R$ 1,5 milhão – recursos do Imasul, oriundos de compensação ambiental. Os serviços serão executados pela administração municipal, por meio da Sisep e têm previsão de até 120 dias para serem concluídos. Será construído um piscinão no Córrego Reveillon, na esquina das avenidas Mato Grosso com Hiroshima; controle de erosão e recomposição vegetal das margens do Córrego Joaquim Português; e implantação de uma comporta de regulação do nível do lago, tão logo o desassoreamento esteja concluído. Para evitar que o lago volte a ficar assoreado, com o carreamento de areia junto com a enxurrada que desce dos bairros do entorno do Parque dos Poderes, serão executados dois projetos, nos córregos Reveillon e Manoel Português, cujas águas formam o lago. No Reveillon, será implantado um piscinão, inicialmente projetado para armazenagem de 22 mil metros cúbicos de água. No Manoel Português, o Governo do Estado vai executar obras de controle de erosão e replantio da vegetação nas margens. Os projetos já estão sendo contratados e a licitações devem ocorrer até dezembro de 2019.
Últimas notícias em Geral
Em 24 de Fevereiro de às 13h07
O intuito da plataforma é utilizar as gravações para melhorar sua tecnologia de reconhecimento de fala.
Em 20 de Fevereiro de às 14h33
O prazo de entrega da declaração começará às 08h de 2 de março e irá até as 23h59min59s de 30 de abril.
Em 20 de Fevereiro de às 10h43
Uma revisão da decisão está prevista para daqui um ano. O casal e o filho Archie estão morando no Canadá e irão para a Inglaterra nas próximas semanas para compromissos. 
VER TODAS EM GERAL
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.