Bonito, Mato Grosso do Sul - 17 de Janeiro de 2022
Saúde

Investimentos garantem assistência médica e hospitalar em Jardim e região

Os investimentos de R$ 368.338.091,14 incluem o aparelhamento de unidades de saúde para melhorar a atenção básica, as ações de prevenção.

Com informações de Governo de MS
Em 27 de Dezembro de 2021 às 15h48
(Divulgação)

Segundo o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, a regionalização da saúde é uma discussão que se arrasta há mais de 30 anos, com a criação do SUS (Sistema Único de Saúde), mas nunca avançou por conta da concentração dos recursos, centralização das decisões e, principalmente, “falta de determinação e vontade política. Mato Grosso do Sul superou esses obstáculos”.

Os investimentos do Governo do Estado vão além da construção de novos hospitais, reforma, ampliação e convênios para o custeio. Os recursos garantem também o aparelhamento de unidades de saúde para melhorar a atenção básica, as ações de prevenção.

A partir dos investimentos em obras de hospitais de 16 cidades, o Governo do Estado avança mais no plano estratégico de regionalização. “Sempre esteve em nosso planejamento modernizar a rede hospitalar de Mato Grosso do Sul, com mais leitos e aparelhos de exames complexos”, destaca o governador Reinaldo Azambuja. “Com diálogo envolvendo as lideranças locais, parcerias das prefeituras e atuação intensa da bancada federal, definimos importantes investimentos desde 2015, que foram e estão sendo fundamentais para a estruturação da nossa rede de atendimento”, completou o governador.

Obras

A política de regionalização da saúde começou a ser implementada em 2015 e já em 2018 foram feitas as primeiras entregas, com a conclusão do Hospital do Trauma de Campo Grande, obra que vinha se arrastando por mais de 20 anos. Ainda na Capital, o Governo do Estado investiu no aparelhamento de dois pavimentos do Hospital de Câncer Alfredo Abrão. As duas obras foram entregues em um momento crítico, quando a Santa Casa enfrentava o excesso de demanda na área ortopédica e não havia leitos suficientes para atender pacientes com câncer na rede hospitalar.

Mesmo na pandemia, o Governo do Estado manteve as entregas, que se tornaram mais urgentes em razão da crise sanitária. Além dos investimentos próprios na instalação de leitos de UTI para tratamento de pacientes infectados por coronavírus nos 79 municípios, com aporte de R$ 90.818.863,95, o governo manteve a destinação de recursos do plano de regionalização, antecipando-se até ao pós-pandemia, aparelhando a rede para suportar o aumento no fluxo de pacientes com sequelas da covid-19.

Em Jardim, o Estado finalizou a ampliação do Hospital Marechal Rondon, que triplicou a capacidade de atendimento. Outra obra que está perto de ser concluída é a reforma e ampliação da Unidade Mista de Saúde Aroldo Lima Couto, de Nioaque, que vai se tornar em um hospital-maternidade, para a alegria da população, já que na cidade não é realizado parto desde 2009. Os nascimentos ocorrem em hospitais de outros municípios.

Em Bodoquena, convênio entre o Estado e o município garante reforma e ampliação do Hospital Municipal Francisco Sales. Contemplando os setores de nutrição, recepção, laboratório, centro cirúrgico e pronto-atendimento médico, a obra teve início em junho de 2020 e está com mais de 32,98% do cronograma executados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Saúde
VER TODAS EM SAÚDE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.