Bonito, Mato Grosso do Sul - 8 de Março de 2021
Saúde

França recomenda só uma dose da vacina para pessoas recuperadas da Covid-19

Três vacinas contra a COVID-19 estão atualmente autorizadas na União Europeia: Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca/Oxford.

Com informações de Expressões das Ilhas
Em 12 de Fevereiro de 2021 às 14h38

?As autoridades sanitárias de França recomendaram hoje a administração de apenas uma dose da vacina contra a COVID-19 a pessoas que já tenham sido infectadas com o novo coronavírus, tornando-se o primeiro país a fazê-lo.

As pessoas curadas da COVID-19 "já desenvolveram na altura da infecção uma memória imunológica. A dose única da vacina irá desempenhar assim a função de um aviso”, explicou a Alta Autoridade de Saúde francesa no seu parecer, que ainda não recebeu a aprovação do Governo.

No mesmo parecer, a autoridade francesa recomenda esperar "mais de três meses" após o registro da doença, “de preferência seis meses" antes de injetar a dose única da vacina.

“Até a data, nenhum país tomou uma posição clara sobre uma vacinação de dose única para as pessoas que contraíram COVID-19 antes da vacinação", relatou o órgão.

Nos últimos dias, esta hipótese foi mencionada em vários estudos realizados nos Estados Unidos e na Itália, análises que ainda não foram avaliadas por outros cientistas.

Entre outros argumentos, os investigadores envolvidos nestes estudos assinalaram que dar uma única dose da vacina a pessoas que já tenham contraído o SARS-CoV-2 poderá possibilitar a poupança de doses num contexto de escassez de oferta.

O executivo francês normalmente acata os pareceres da Alta Autoridade de Saúde.

Uma das exceções ocorreu no final de Janeiro, quando o Governo francês considerou que o prazo previsto entre a aplicação das duas doses da vacina Pfizer/BioNTech não podia ser dilatado, contrariando assim uma recomendação emitida alguns dias antes pela Alta Autoridade de Saúde.

As autoridades sanitárias francesas estão a apostar fortemente na progressão da campanha de vacinação para fazer frente à situação epidêmica registrada no país, que continua frágil, mas também admitem que há ainda um longo caminho a percorrer.

Segundo dados relativos a quinta-feira, 2.135.333 pessoas já receberam pelo menos uma dose da vacina contra a COVID-19 em França, das quais 535.775 pessoas já foram vacinadas com duas doses.

Desde o início da crise pandêmica, 3,4 milhões de casos de infecções pelo novo coronavírus foram diagnosticados (e confirmados por testes) em França.

É provável que o número de pessoas que contraíram o vírus em França possa ser maior, especialmente durante a primeira parte de infecções, altura em que a capacidade de testagem era inferior.

Três vacinas contra a COVID-19 estão atualmente autorizadas na União Europeia: Pfizer/BioNTech, Moderna e AstraZeneca/Oxford.

Todas requerem a administração de duas doses para serem eficazes em pessoas que nunca tiveram contato com o SARS-Cov-2.

A vacina da Johnson & Johnson, que está em processo de avaliação pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA), requer apenas de uma dose.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Saúde
Em 03 de Março de às 16h33
Testes clínicos de fase 3 envolveram 25,8 mil participantes, sendo 2.433 voluntários com mais de 60 anos e 4.500 participantes portadores de comorbidades.
VER TODAS EM SAÚDE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.