Bonito, Mato Grosso do Sul - 12 de Agosto de 2020
Saúde

Estado repassa mais cinco respiradores pulmonares para município de Corumbá

Em parceria com o governo do Estado, foram instituídos 13 leitos de UTI exclusivos para Covid-19 e 40 leitos clínicos.

Ketlen da Silva
Em 28 de Julho de 2020 às 14h44
(Divulgação)

O município de Corumbá recebeu nesta terça-feira (28) mais cinco respiradores pulmonares para a montagem de leitos de UTI clínicos na rede pública de saúde local. Os aparelhos, doados pelo Ministério da Saúde e repassados pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), fazem parte do esforço conjunto na estratégia de garantir atendimento aos pacientes de Covid-19 e outras doenças em todas as regiões do Estado.

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a medida segue a determinação do governador Reinaldo Azambuja de que seja feito todo o possível para que nenhum sul-mato-grossense fique sem atendimento por falta de leitos, seja na capital ou no interior. “Agradeço a parceria de trabalho da prefeitura e secretaria de Saúde de Corumbá e dos demais prefeitos e secretários municipais de saúde, focados nessa guerra contra o coronavírus”, salientou.

Ampliação

A ampliação da estrutura de saúde em Corumbá teve início em março deste ano com o objetivo de atender a todos os pacientes de Covid-19. “Instituímos 13 leitos de UTI exclusivos para Covid-19 e 40 leitos clínicos. Essas conquistas foram possíveis pela parceria do governador Reinaldo Azambuja e do secretário do Estado Geraldo Resende, que atenderam nossa solicitação. Agora, podemos dar melhores condições de atendimento em nosso Hospital”, salientou o secretário Rogério Leite, que também agradeceu ao Estado pelo envio de máscaras, protetores faciais e demais insumos para os pacientes que fazem hemodiálise.

Para o prefeito Marcelo Iunes a união de todos é fundamental neste momento. “Por intermédio de articulações do secretário municipal de Saúde Rogério Leite com o secretário estadual Geraldo Resende recebemos estes equipamentos, que são fundamentais para tratar os pacientes graves. Desta forma, trabalhando juntos, cada um faz o que lhe compete para enfrentar a pandemia”, conclui Iunes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Saúde
Em 11 de Agosto de às 16h46
Tempo mínimo entre a primeira dose e o reforço deve ser de 4 semanas. Órgão também ampliou a idade máxima dos participantes da pesquisa de 55 para 69 anos.
Em 11 de Agosto de às 08h37
Ministro interino da saúde resalta ainda que, independentemente da medida que se tome, tem que estar aliada à capacidade de triar e procurar se as pessoas estão ou não com sintomas.
VER TODAS EM SAÚDE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.