Bonito, Mato Grosso do Sul - 24 de Fevereiro de 2020
Saúde

Campanha de vacinação contra gripe será em março de 2020, diz ministro da Saúde

Em meio aos esforços para conter o avanço do coronavírus, imunização ajudará no diagnóstico correto e evitará que os serviços de saúde fiquem sobrecarregados de pacientes com sintomas respiratórios.

Com informações de G1
Em 06 de Fevereiro de 2020 às 14h53
(Prefeitura de Bonito)

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou nesta quinta-feira (06) que a campanha contra a gripe deste ano deve começar em março – um mês antes do que no ano anterior, quando teve início em abril.

De acordo com Mandetta, a antecipação já estava prevista antes mesmo de o surto de coronavírus surgir no mundo. Entretanto, a imunização pode ajudar a descartar casos suspeitos – uma vez que os sintomas das duas doenças são parecidos –, e a evitar que os serviços de saúde fiquem sobrecarregados de pacientes com sintomas respiratórios.

"A vacina confere grau de imunidade. Se você tomou a vacina, você tem alguns vírus que estão no componente dessa vacina e vão alcançar 95, 97, 98% de não ser [infectado] porque estavam na vacina. Isso ajuda o profissional de saúde", afirmou Mandetta.

A declaração foi dada durante a 1ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite 2020, com secretários de Saúde dos Estados e capitais de todo o país para discutir estratégias de um plano de contingência caso o coronavírus chegue ao Brasil.

Na quarta (05), o Ministério da Saúde afirmou que estima investir R$ 140 milhões em recursos para adquirir insumos no enfrentamento ao coronavírus, como a compra de máscaras cirúrgicas, luvas, materiais reagentes, entre outros.

Calendário de vacinação

A campanha de vacinação da gripe começará em março e terminará em abril. Em 2019, a campanha começou em 10 de abril e terminou em 31 de maio. O objetivo era imunizar 58,6 milhões de pessoas.

A vacina contra a gripe contém uma composição que varia a cada ano, de acordo com os vírus mais frequentes. Em 2019, ela estava continha vírus Influenza A H1N1, Influenza A H3N2 e um Influenza B.

Ainda assim 796 pessoas morreram e 3.430 foram infectados em 2019 somente com o H1N1. Ou seja, este vírus da gripe matou 23,2% dos pacientes internados no Brasil com sintomas, ou 23 a cada 100 doentes. Até agora, o coronavírus matou cerca de 2% dos pacientes internados com a infecção.

O ministro da Saúde também alertou para a campanha de vacinação contra o sarampo. Neste ano, ela começa em 10 de fevereiro e termina em 3 de março. O público alvo será crianças e adolescentes de 5 a 19 anos. A segunda etapa deverá ocorrer de 3 a 31 de agosto, com público alvo de 30 a 59 anos.

Coronavírus no Brasil

O ministro da Saúde afirmou que o Brasil ainda passa por um período de planejamento preventivo contra o coronavírus, uma vez que nenhum caso foi confirmado em território nacional. Até a manhã desta quinta, havia 9 casos suspeitos em investigação.

Ele afirmou também que os estados deverão apresentar um plano de contingenciamento atualizado contra o coronavírus até a próxima segunda-feira (10).

"Ainda estamos num período que possa fazer planejamento, desenhar cenários e planejar. Cada estado vai ter que fazer um reunião desse formato com as cidades para construir cada uma a sua lógica", disse.

"O plano cabe aos estados e municípios, o diálogo que fazemos é para dar mais respaldo. A gente espera receber até segunda-feira os planos de contingenciamento por estados. Vamos recepcionar e fazer eventuais críticas respeitando a organização dentro da estrutura orgânica dentro do 'modus operandis' do SUS", complementou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Saúde
VER TODAS EM SAÚDE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.