Bonito, Mato Grosso do Sul - 12 de Agosto de 2020
Saúde

Bonito já notificou 680 proprietários para limpeza de terrenos neste ano

O objetivo é manter a cidade limpa e diminuir os índices de doenças causadas pelo Aedes aegypti, principalmente a Dengue, que deixou o município em alerta pelo grande número de notificações.

Ketlen da Silva
Em 14 de Julho de 2020 às 12h35
(Divulgação)

A Vigilância Sanitária de Bonito tem realizado trabalhos intensivos para manter a cidade limpa e diminuir os índices de doenças causadas pelo Aedes aegypti , principalmente a Dengue, que nos dois primeiros meses do ano deixou o município em alerta pelo grande número de notificações.

Conforme José Estevam, responsável pela fiscalização dos terrenos no município, entre janeiro e julho já foram emitidas 682 notificações sob terrenos sujos e entre maio e julho, a Prefeitura realizou a limpeza de outros 182. "Essas ações são importantes para que a comunidade entenda que um trabalho conjunto gera resultados positivos. Nós diminuímos significativamente os casos de dengue nos últimos meses e isso também é mérito do morador, que busca manter seu quintal limpo. Os resultados reforçam ainda que, mesmo em meio à pandemia, a Vigilância continua mantendo seus trabalhos em outras frentes".

O município registrou, até agora, 519 casos confirmados de Dengue, mas segundo Mariana Corrêa, diretora de Departamento de Vigilância em Saúde do município, a maioria dos casos foram no início do ano, devido a ausência de materiais necessários para combate ao Aedes aegypti , como o inseticida utilizado para o controle químico destes casos.

"Nos três primeiros meses de 2020 nós tivemos 510 casos confirmados, mas com os trabalhos de controle mecânico em toda a cidade, com a equipe de apoio montada desde 2017, que trabalha na remoção de depósitos que possam servir de criadouro e proliferação do vetor Aedes, aliado ao fumacê pesado, as notificações diminuíram muito e entre abril e a primeira semana de julho, tivemos apenas 09 casos", reforça.

É válido lembrar que, conforme a Lei 4.812, de 07 de janeiro de 2016, o proprietário que não realizar a limpeza de suas propriedades pode ser multado em 200 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), o que corresponde a aproximadamente R$ 5,8 mil.

"O processo acontece da seguinte forma: primeiro notifica-se a pessoa via Correio. Após receber a notificação, ela tem 10 dias para realizar a limpeza do terreno ou imóvel. Caso não seja feita nesse prazo, será feito um auto de infração e será concedido ao proprietário mais 48 horas para limpar. Se mesmo assim isso não for feito, aí será aplicado a multa", detalha José Estevam.

É importante destacar ainda, que um mesmo proprietário não será notificado duas vezes em relação ao mesmo local. "A notificação é feita uma única vez e a partir daí ele tem por obrigação manter o terreno limpo. Se a fiscalização encontrar o local sujo um segunda vez, o proprietário é imediatamente multado", finaliza.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Saúde
Em 11 de Agosto de às 16h46
Tempo mínimo entre a primeira dose e o reforço deve ser de 4 semanas. Órgão também ampliou a idade máxima dos participantes da pesquisa de 55 para 69 anos.
Em 11 de Agosto de às 08h37
Ministro interino da saúde resalta ainda que, independentemente da medida que se tome, tem que estar aliada à capacidade de triar e procurar se as pessoas estão ou não com sintomas.
VER TODAS EM SAÚDE
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.