Bonito, Mato Grosso do Sul - 4 de Abril de 2020
Política

Projeto de lei visa a proibição do plantio de cana-de-açúcar no Pantanal

A exceção, segundo o projeto de lei, será para fins de agricultura familiar ou subsistência.

Agência ALEMS
Em 27 de Novembro de 2019 às 09h06
(ECOA)

Projeto de lei apresentado na última terça-feira (26) na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, de autoria do deputado Pedro Kemp (PT), quer proibir a plantação de cana-de-açúcar na área do Pantanal Sul-mato-grossense.

A exceção, segundo o projeto de lei, será para fins de agricultura familiar ou subsistência.

De acordo com a justificativa do projeto de lei, que visa incluir a proibição da plantação, a alteração se faz necessária desde que o Governo Federal publicou em 6 de novembro deste ano a revogação do Decreto 6.961 de 2009, que estabelecia o zoneamento agroecológico da cana-de-açúcar e impedia a expansão do cultivo para áreas consideradas sensíveis ao país, como a Amazônia e o Pantanal.

Se aprovada, a medida alterará a Lei Estadual 328/1982, que atualmente já proíbe a “instalação de destilaria de álcool e usinas de açúcar na área do Pantanal Sul-mato-grossenses, representada pela Zona da Planície Pantaneira, bem como nas áreas adjacentes, representadas pela Zona do Chaco, Zona Serra da Bodoquena, Zona Depressão do Miranda e Zona Proteção da Planície Pantaneira”.

O projeto agora segue para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Política
VER TODAS EM POLÍTICA
Notícias em destaque agora
Em 02 de Abril de 2020 às 07h44
País reagiu rápido para identificar focos de infecção e proteger a população mais vulnerável.
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.