Bonito, Mato Grosso do Sul - 21 de Setembro de 2020
Política

Hidroxicloroquina; Sistema de Saúde Henry Ford divulga carta aberta à comunidade

Devido a proporção política que o uso do medicamento causou, o assunto não será mais compartilhado com a população, mas apenas com a equipe médica, revela o Sistema de Saúde Henry Ford.

Tradução Natani Ferreira 
Em 05 de Agosto de 2020 às 15h17

Adnan Munkarah e Steven Kalkanis, integrantes do Sistema de Saúde Henry Ford publicaram uma carta aberta à comunidade, sobre o uso de Hidroxicloroquina no tratamento de pacientes com covid-19 e, devido a proporção política que o uso medicamento causou, o assunto não será mais compartilhado com a população, mas apenas com a equipe médica.

Veja o texto abaixo:

A nossos amigos e colegas no mundo todo:

Nós acreditamos que uma declaração de missão é mais do que uma placa que penduramos na parede, mas uma ideia que colocamos em nossos corações e mentes que unifica, dá poder e nos proporciona fazer o que fazemos diariamente por pessoas e por nossas comunidades.

Nossa missão é melhorar as vidas das pessoas através de ciência de excelência e da arte do sistema de saúde e da cura. Por mais de 100 anos, nós fomos orgulhosamente pioneiros em descobertas clínicas e científicas que avançaram nosso sistema de saúde aqui e no exterior.

Como um dos primeiros epicentros da pandemia da Covid-19, nós vimos e vivemos seus efeitos devastadores junto com nossos pacientes e famílias. Talvez é isso que nos faz mais determinados a reunir nossos pesquisadores, equipes de linha de frente e líderes para juntos, com ousadia, participar em pesquisas científicas, incluindo testes clínicos, para encontrar os cuidados mais seguros e tratamentos mais eficazes. Enquanto sentimos o mesmo senso de urgência que todos para encontrar um único remédio para a COVID-19, nós precisamos ser realistas quanto ao tempo que leva para entender completamente a melhor terapia ou combinação de terapias necessárias para o novo vírus que estamos tentando conter.

O método mais bem aceito e definitivo para determinar a eficácia de uma tratamento é um teste clínico duplamente cego e aleatório. Porém, esse tipo de estudo leva tempo para projetar, executar e analisar. Portanto, um campo científico inteiro existe em que pesquisadores examinam como um medicamento está funcionando no mundo real para obter a melhor resposta possível o quanto antes. Estes tipos de estudos podem ser feitos com muito mais rapidez com dados que já estão disponíveis, normalmente com registros médicos.

Como toda pesquisa de observação, esses estudos são muitos difíceis de analisar e podem nunca contar completamente pelas tendências inerentes de como médicos tomam diferentes decisões para tratar pacientes distintos. Além do mais, não é tão incomum que resultados de tais estudos variem em diferentes populações e em tempos distintos, e nenhum estudo pode ser considerado por si só.

Nossa pesquisa promissora no Henry Ford deve ser considerada como outra contribuição importante para outros estudos de hidroxicloroquina que descrevem o que autores encontraram em pacientes da nossa população. Nós - junto com todos médicos e cientistas - avidamente apoiamos a necessidade de testes clínicos aleatórios.

Nós também queremos pontuar que o debate científico é comum em quase todo estudo publicado. Em parte, é isso que impulsiona o avanço do conhecimento - desafiar um ao outro em nossas suposições, conclusões e aplicações para obter um melhor lugar para os pacientes que servimos coletivamente.

Infelizmente, o clima político que persistiu tornou qualquer discussão objetiva sobre esse medicamento impossível, e nós estamos profundamente tristes por essa reviravolta. Nossa meta como cientistas sempre foi reportar descobertas validadas e permitir que a ciência fale por si mesma, independente de considerações políticas. Desta forma, tomamos a difícil decisão de não comentarmos mais sobre nossas descobertas fora da comunidade médica - focando em nossa missão principal pelo interesse dos nossos pacientes, nossa comunidade, e nosso comprometimento com a integridade clínica e acadêmica.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Política
Em 11 de Agosto de às 08h20
Os aeroportos de Recife, Belo Horizonte e Campinas (SP) serão as bases com maior número de pousos e decolagens extras.
Em 05 de Agosto de às 15h17
Devido a proporção política que o uso do medicamento causou, o assunto não será mais compartilhado com a população, mas apenas com a equipe médica, revela o Sistema de Saúde Henry Ford.
VER TODAS EM POLÍTICA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.