Bonito, Mato Grosso do Sul - 31 de Julho de 2021
Polícia

Suspeito de abuso sexual contra animais é preso em Jardim

O homem, de 52 anos, foi preso em flagrante e pode pegar uma pena de dois a cinco anos.

Ketlen da Silva
Em 13 de Janeiro de 2021 às 12h31
(Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (12), uma equipe da Polícia Militar em Jardim foi acionada para atender a uma ocorrência de zoofilia.

Imediatamente, os policiais se deslocaram até a Vila Parque do Sol, onde o denunciante, de 32 anos, relatou que, na noite anterior (11), seu animal de estimação (cadela) havia sumido e, ao sair para procurá-lo, foi informada por vizinhos que o animal estaria preso no interior de uma residência.

A mulher foi até o local e avistou por uma janela do imóvel, um homem deitado sobre um colchão, sem roupa, juntamente com o animal, que estava sendo mantido no local, por uma corda em seu pescoço. Logo, a mulher retirou o animal da casa, porém, na manhã seguinte, o animal havia sumido novamente. Então, ela resgatou mais uma vez a cadela do interior do imóvel e acionou a Polícia Militar.

Diante dos fatos, o suspeito, de 52 anos, foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil, para as providências cabíveis.

Conforme a Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9.605, de 12 de fevereiro de 1998), em seu Artigo nº 32, praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, prevê como pena a detenção, de três meses a um ano, e multa.

Quando se tratar de cão ou gato, a pena para as condutas descritas será de reclusão, de dois a cinco anos, multa e proibição da guarda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.