Bonito, Mato Grosso do Sul - 24 de Fevereiro de 2020
Polícia

Preso em Bonito, motorista que comprou CNH por R$ 3 mil

Uma mulher de 59 anos adquiriu a CNH falsa em Campo Grande e foi presa durante abordagem na MS-178, entre Bonito e Jardim.

Ketlen da Silva
Em 10 de Fevereiro de 2020 às 10h00
(Bonito Notícias)

Uma motorista de 59 anos foi presa na noite de sexta-feira (07) após ser flagrada com uma CNH (Carteira Nacional de Habilitação) falsa. O caso ocorreu na MS-178, trecho que liga as cidades de Bonito e Jardim.

Conforme informações do boletim de ocorrência, uma equipe da Polícia Militar Rodoviária fazia fiscalização na rodovia, quando abordou um veículo Toyota Corolla conduzido pela mulher de 59 anos.

À polícia, a motorista apresentou a CNH emitida em 2015, porém, durante checagem, não foi encontrado o registro do documento com o nome dela no sistema do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito). Já a busca pelo número do documento indicou que a carteira pertencia a um homem.

A motorista admitiu que o documento era falsificado e contou aos policiais que adquiriu a CNH em uma auto escola de Campo Grande em 2018 pelo valor de R$ 3 mil. Ela foi presa em flagrante por uso de documento falso e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil de Bonito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.