Bonito, Mato Grosso do Sul - 2 de Julho de 2020
Polícia

Polícia Militar de Bonito faz barreiras nas rodovias e fiscalizam a entrada de turistas na cidade

As penalidades para aqueles que não cumprirem o decreto de toque de recolher e outras medidas vão desde multa, cassação de alvarás, apreensão de veículos e condução coercitiva à delegacia.

Ketlen da Silva
Em 24 de Março de 2020 às 17h32
(PM de Bonito)

Nesta terça- feira foi publicado em Diário Oficial o Decreto Municipal de Bonito no qual proíbe por tempo indeterminado a entrada de ônibus, vans e carros com transporte de turistas no território da cidade.

A Polícia Militar realiza barreiras nas duas principais rodovias de acesso à cidade fazendo blitz e checagem dos passageiros e os órgãos municipais, como agentes da vigilância sanitária, agentes da saúde e da Guarda Municipal, trabalham em conjunto na fiscalizações.

O Decreto também proíbe o funcionamento de todos os atrativos turísticos, hotéis, pousadas, bares e lanchonetes, lojas, casas de shows e demais estabelecimentos  que não ofereçam serviços essenciais e decreta o toque de recolher aos cidadãos das 20h00 às 06h00.

As penalidades para aqueles que não cumprirem o decreto vão desde multa, cassação de alvarás, apreensão de veículos e condução coercitiva à delegacia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.