Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Novembro de 2021
Polícia

PMA de Bonito e Jardim multam catarinenses em R$ 1,8 mil por pesca predatória

Foram apreendidos 20 kg de pescado que, após perícia, será doado para instituições filantrópicas.

Com informações PM MS
Em 25 de Outubro de 2021 às 09h31
Divulgação/ PMA MS.

Equipe da Polícia Militar Ambiental de Jardim e Bonito (MS) autuou na última sexta-feira (22), dois pescadores, ambos de 44 anos, por pesca ilegal no rio Miranda.

Junto com eles foi encontrada uma caixa isotérmica no qual continha 84 exemplares de peixes nativos das espécies mandi, jurupensem e curimbatá.

Os turistas, residentes em Saudades e Chapecó (SC), poderiam capturar e abater somente um exemplar de peixe nativo daquelas espécies encontradas com eles e, dessa forma, foi caracterizado o crime ambiental. Foram apreendidos o pescado, pesando 20 kg e a caixa isotérmica.

Os pescadores vão responder por crime ambiental de pesca predatória, por captura de pescado acima da quantidade permitida. Se forem condenados pelo crime ambiental, os pecadores poderão pegar pena é de um a três anos de detenção. Eles também foram autuados administrativamente e foram multados em R$ 900,00 cada um.

O pescado será doado para instituições filantrópicas, depois de periciado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.