Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Novembro de 2021
Polícia

Moradora de Jardim morre pendurada após ficar presa a janela ao tentar entrar em casa

Suspeita é que a menina tenha se asfixiado ao entalar em pequena abertura na parede.

Com informações de G1
Em 17 de Novembro de 2021 às 13h42
(Jardim MS News)

A Polícia Civil de Jardim investiga a morte de uma jovem, de 19 anos, encontrada pendurada na janela de casa, no Bairro Vila Angélica, na manhã do último sábado (13). Conforme relatou a irmã da menina à polícia, a suspeita é de que a jovem estava sem as chaves da residência e, por isso, tentou entrar pela janela.

Ainda segundo a Polícia Civil, uma vizinha relatou ter escutado pedidos de ajuda ainda na madrugada, mas acabou não levando a sério devido ao histórico da moradora, que costumava chegar tarde em casa, normalmente com amigos, após passar a noite em festas.

Por volta das 08h00, a vizinha comunicou outro morador da região sobre os gritos e, juntos, acionaram a Polícia Militar. No local, os policiais encontraram a jovem entalada na janela da casa, sem vida.

No corpo da vítima, havia marcas de sangue e ferimentos provavelmente provocados por estilhaços de vidro. A janela, modelo “vitror”, possui apenas pequenas aberturas por onde a jovem teria tentado passar.

A suspeita, segundo a Polícia Civil, é de que a menina tenha se asfixiada ao ficar presa na janela. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para exames que vão apurar a causa da morte. Peritos estiveram no local e, a princípio, não havia marcas de ferimentos provocados por arma de fogo, ou mesmo faca.
 
O caso foi registrado como morte a esclarecer na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Jardim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.