Bonito, Mato Grosso do Sul - 28 de Maio de 2020
Polícia

Morador de Bodoquena é condenado por difamar médico em jornais e redes sociais

Segundo o médico, o fato aconteceu após ele se negar a entregar um atestado médico ao acusado após perceber a sua preocupação em faltar ao trabalho ao invés da saúde do filho. 

Ketlen da Silva
Em 06 de Maio de 2020 às 17h03
(Bodoquena News)

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul condenou um homem, residente em Bodoquena, que usou redes sociais e até pagou uma rádio para veicular falsas acusações contra um médico que o atendeu na rede pública de saúde. 

Segundo o processo, o médico ingressou com ação depois que foi alvo de falsas acusações de que teria realizado maus procedimentos e teve negligência médica. O homem divulgou a situação em grupos de Whatsapp e teria pago para que uma rádio veiculasse as acusações, bem como fez questão de veicular as falsas acusações em um jornal online de grande repercussão regional, alegando que o médico foi negligente com uma criança.

Segundo o médico, o que motivou o acusado foi o fato de que, durante o atendimento, o acusado demonstrou estar mais preocupado em obter atestado médico para faltar ao emprego do que com o real estado de saúde da criança, insistindo que fornecesse atestado de pelo menos dois dias, mas o profissional recusou-se a fornecê-lo.

Para o desembargador Paulo Alberto de Oliveira, o dano moral tem finalidade educativa e preventiva, para que a honra não seja abalada. Para isto relacionou o dano sofrido pelo profissional, com a capacidade de renda, que é baixa, do réu. O homem deverá pagar R$ 8.000,00 por danos morais ao profissional da saúde.

A decisão foi unânime e realizada pelos desembargadores em sessão permanente e virtual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.