Bonito, Mato Grosso do Sul - 15 de Abril de 2021
Polícia

Idosa confessa furto de R$ 300 mil em joias da patroa após ostentar peças nas redes sociais em Jardim

Ela trabalhava na casa da vítima há 12 anos e foi pegando as joias no decorrer dos últimos 8 meses.

Com informações de G1MS
Em 26 de Março de 2021 às 16h06
(Divulgação/Polícia Civil)

Uma empregada doméstica de 60 anos foi indiciada pelo furto de R$ 300 mil em joias da patroa para quem trabalhava há 12 anos, em Jardim. O caso foi descoberto após a vítima perceber que algumas peças tinham sumido e reconhecê-las em fotos postadas nas redes sociais pela funcionária.

De acordo com o delegado Amylcar Eduardo Paracatu Romero, a vítima percebeu o sumiço de joias e relógios e acionou a polícia. Os policiais observaram que não havia arrombamento na casa, que objetos próximos das peças não tinham sido mexidos e então concluíram que alguém que frequentava a residência poderia ter feito os furtos.

A vítima então reconheceu as peças furtadas em fotos postadas pela empregada doméstica nas redes sociais. Ela avisou aos policiais e mostrou, também com fotografias, que aquelas correntes e pingentes que a suspeita usava eram dela.
Diante da suspeita que a funcionária pudesse ter furtado as peças, a polícia pediu à Justiça mandado de busca e apreensão, o que foi deferido.

No imóvel da empregada doméstica, os policiais encontraram algumas jóias da vítima. A idosa então confessou que pegou as peças no decorrer dos últimos 8 meses. A suspeita é de que ela desmanchava algumas, para vender somente o ouro.

A investigação vai continuar para identificar possíveis receptadores das joias furtadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.