Bonito, Mato Grosso do Sul - 12 de Julho de 2020
Polícia

Farmácias de Jardim e Guia Lopes da Laguna participam da campanha Sinal Vermelho do TJMS

Nesses ambientes, os atendentes receberão as orientações necessárias ao atendimento da vítima de violência doméstica, que se identificará com o sinal “X”, feito com batom vermelho, na palma da mão, para que, discretamente, a polícia seja acionada.

Com informações de TJMS - Ketlen da Silva
Em 19 de Junho de 2020 às 13h34
(Divulgação/TJMS)

As farmácias na cidade de Jardim que aderiram a campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica são Farmácia Econômica (lojas 1 e 2), Farmácia Farmassist, Farmácia Alphard, Drogaria Estela, Drogão Centro – Farmacenter e Drogaria Santo Antonio. Em Guia Lopes da Laguna, a Farmácia Farmassist também integrará a rede de solidariedade às mulheres vítimas de todos os tipos de violência.

A campanha, criada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), com a parceria com o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, por meio da Coordenadoria da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar em MS, e outros órgãos públicos e privados, foi lançada em todo o país no dia 10 de junho e cresce a cada dia.

A juíza Helena Alice Machado Coelho, que responde pela Coordenadoria da Mulher do TJMS, vem trabalhando para ampliar o número de farmácias e drogarias engajadas nesse esforço concentrado em todo o Brasil para fornecer apoio e ajuda às vítimas de violência.

Nas comarcas do interior, os juízes que atuam nas varas onde tramitam os processos envolvendo violência doméstica e familiar, medidas protetivas, enfim, estão empenhados em transformar esses espaços em locais onde as vítimas podem pedir ajudar para quebrar o ciclo de violência.

Na comarca de Jardim, que abrange os municípios de Jardim e Guia Lopes da Laguna, a juíza Melyna Machado Mescouto Fialho está ajudando a Coordenadoria da Mulher a estabelecer os primeiros contatos e mostrar a importância desse tipo de parceria.

Campanha

A campanha Sinal Vermelho Contra a Violência Doméstica é resultado do aumento significativo de violência contra a mulher em razão do distanciamento social, quando as vítimas são obrigadas a permanecer mais tempo em casa com seus agressores, e da constatação da subnotificação desses casos nas unidades policiais e judiciárias.

A farmácia/drogaria foi o local escolhido para oferecer ajuda a essas vítimas que não conseguem quebrar o ciclo da violência porque, ainda que acompanhada dos agressores, as vítimas terão fácil acesso ao local.
 
Nesses ambientes, os atendentes receberão as orientações necessárias ao atendimento da vítima, que se identificará com o sinal “X”, feito com batom vermelho, na palma da mão, para que discretamente, a polícia seja acionada.

A vítima será acolhida pela Polícia Militar e receberá o apoio da rede de proteção. O atendente ou farmacêutico não terá responsabilidade de figurar como testemunha da ocorrência – será apenas comunicante.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Polícia
Em 09 de Julho de às 09h18
A atriz alugou um barco no pontão no lago Piru e que seu filho foi encontrado no barco vestindo um colete salva-vidas.
Em 09 de Julho de às 08h58
Militar teria comentado com o irmão que estava com problemas financeiros e fazendo tratamento contra a depressão.
VER TODAS EM POLÍCIA
Notícias em destaque agora
Em 10 de Julho de 2020 às 16h15
A profisisonal relata sua experiência com a Ivermectina, que já era conhecida por seu efeito antiviral e foi aprovada pelo FDA em 2006 e desde então muitos outros vírus foram anexados à extensa lista daqueles que ela conseguiu neutralizar.
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.