Bonito, Mato Grosso do Sul - 27 de Janeiro de 2022
Geral

Senar oferece curso de Proteção de Nascentes

A capacitação tem como objetivo promover a proteção das nascentes que estão localizadas nas propriedades rurais utilizando cinco passos: identificar, cercar, limpar, controlar e replantar.

Carla Layane
Em 26 de Outubro de 2021 às 07h48
Nascente do Rio Olho Dágua, na RPPN Fazenda Cabeceira do Prata, em Jardim (MS). (José Sabino)

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) dá início na próxima quarta-feira (27) a nova turma do curso "Proteção de Nascentes".

A capacitação tem como objetivo promover a proteção das nascentes que estão localizadas nas propriedades rurais utilizando cinco passos: identificar, cercar, limpar, controlar e replantar.

O curso é destinado a pessoas ligadas ao meio rural em geral ? produtores, filhos de produtores, trabalhadores rurais e profissionais do setor, como instrutores e técnicos de campo ?, que possuam nascentes em sua propriedade.

Para participar é necessário ter 16 anos ou mais.

 Veja abaixo a programação: 

Módulo 1: A importância da propriedade rural na produção e preservação de 
água de qualidade 
Aula 1: Água - a maior riqueza do planeta 
Aula 2: O ciclo hidrológico 
Aula 3: O papel das propriedades rurais na produção e preservação da água 
de qualidade

Módulo 2: A proteção de nascentes em cinco passos 
Aula 1: Novo Código Florestal Brasileiro – Lei nº 12.651 
Aula 2: Passo 1 - Identificar a nascente 
Aula 3: Passo 2 - Cercar a nascente 
Aula 4: Passo 3 - Limpar a área 
Aula 5: Passo 4 - Controlar a erosão 
Aula 6: Passo 5 - Replantar espécies nativas

O curso terá carga horária de 10 horas e duração de 14 dias.

Para mais informações, acesse:   http://ead.senar.org.br 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Geral
VER TODAS EM GERAL
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.