Bonito, Mato Grosso do Sul - 1 de Dezembro de 2020
Geral

Disney+ chega oficialmente ao Brasil; confira preços e disponibilidade

O download do aplicativo, claro, é gratuito, enquanto o serviço custa R$ 27,90 por mês ou R$ 279,90 por um ano.

Com informações de CanalTech
Em 17 de Novembro de 2020 às 13h24
(Divulgação/Walt Disney)

O Disney+ finalmente está disponível no Brasil. Ao longo da madrugada e início da manhã desta terça-feira (17), a empresa começou a liberar em nosso país os aplicativos da plataforma de entretenimento para celulares com iOS e Android, televisores inteligentes e consoles de vídeo game, dando acesso ao catálogo de filmes e séries clássicas e originais do serviço, que estreou em 2019 nos Estados Unidos. 

O download do aplicativo, claro, é gratuito, enquanto o serviço custa R$ 27,90 por mês ou R$ 279,90 por um ano. Em ambos os casos, os usuários possuem sete dias de serviço gratuito, para experimentarem o serviço e conferirem seu catálogo, que inclui produções da Disney, Marvel, Star Wars, National Geographic e diversas outras propriedades de Mickey Mouse.

Um dos grandes destaques, por exemplo, é "The Mandalorian", série original de Star Wars que, inclusive, teve seus dois primeiros episódios exibidos em TV aberta nesta semana. Outro produto exclusivo é "Wandavision", a primeira série original da Marvel no Disney+, estrelada pelos personagens Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsend) e Visão (Paul Bettany), que abre as portas para outros shows dos heróis, como "Falcão e o Soldado Invernal", "Loki" e o seriado do "Gavião Arqueiro" (Jeremy Renner).

Isso sem falar, claro, no acervo de clássicos, com direito às grandes animações da Disney como "Frozen" e a saga "Toy Story", todos os filmes dos heróis da Marvel e de Star Wars, os desenhos clássicos como "A Bela e a Fera" ou "Aladin", e seriados atemporais como "Lizzie McGuire" e "High School Musical". E estes são apenas alguns exemplos de um acervo de mais de 500 títulos e sete mil episódios de programas de TV apenas neste lançamento.

Planos e pacotes

Toda assinatura dá acesso ao catálogo completo e ao acesso em qualquer aplicativo, para até quatro usuários ao mesmo tempo. Resoluções 4K estarão disponíveis quando comportadas pelo conteúdo, assim como a possibilidade de downloads para visualização offline. Serão no máximo 10 dispositivos conectados ao mesmo tempo em uma conta, enquanto os assinantes poderão criar até sete perfis diferentes para não misturarem as recomendações uns com os outros.

Além disso, na chegada ao Brasil, a Disney anunciou uma série de parcerias com outras plataformas e grandes serviços. O Globoplay, por exemplo, oferece uma opção que inclui a própria plataforma e o serviço de Mickey Mouse por R$ 43,90 ou 12x de R$ 37,90 na assinatura anual, enquanto clientes do Bradesco podem receber até seis meses de graça. A Amazon também tem opção em que a adesão a todos os seus serviços, como o Prime Video, Music e Twitch, se une à plataforma de streaming concorrente por 12 parcelas de R$ 27,25.

No Mercado Livre, quem tiver um perfil do nível 4 (obtido a partir da realização de compras, vendas ou pagamentos) pode optar por um plano semestral com assinatura de R$ 18,60 ao mês, com valores e condições diferentes de acordo com o status da conta, enquanto os assinantes do Xbox Game Pass também ganham um mês de acesso gratuito ao Disney+. O mesmo também vale para a Vivo, que oferece aos clientes combos com planos de celular pós-pagos ou internet fixa.Enquanto isso, mesmo nas modalidades tradicionais, a assinatura avulsa do Disney+ é mais barata que a do Netflix, por exemplo, saindo por R$ 32,90. Quem assinar o plano anual, ainda que acerte um valor mais alto de uma vez, paga o equivalente a R$ 23,23 ao mês.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Geral
Em 30 de Novembro de às 13h29
Plataforma revela vídeo de anúncio que brinca com vazamentos
Em 26 de Novembro de às 14h48
O terceiro derivado de Harry Potter foi adiado para 2022.
Em 25 de Novembro de às 16h09
No último sorteio do concurso 2090 da Lotofácil, uma aposta acertou as 15 dezenas e ganhou mais de R$ 4 milhões.
VER TODAS EM GERAL
Notícias em destaque agora
Em 27 de Novembro de 2020 às 16h34
Angelo Rabelo, Diretor do Instituto Homem Pantaneiro (IHP),  ressalta que ações de recuperação estão sendo tomadas para reverter a situação.
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.