Bonito, Mato Grosso do Sul - 17 de Janeiro de 2022
Esportes

Bolsista de MS, Yeltsin recebe prêmio de melhor atleta e é destaque na revista Forbes

A publicação da Forbes Brasil e o prêmio Surto Olímpico são reconhecimentos por uma trajetória de sucesso que contou com o auxílio Bolsa Atleta.

Com informações de Governo de MS
Em 05 de Janeiro de 2022 às 13h29
(Saul Schramm)

Atleta de Mato Grosso do Sul apoiado pela Fundesporte, Yeltsin Jacques continua levando o nome do Estado para todos os cantos. Após ganhar duas medalhas de ouro nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, foi a vez de receber o prêmio Surto Olímpico de melhor atleta paralímpico masculino e ainda entrar para a lista Under 30 da Forbes Brasil, como um dos jovens de até 30 anos mais promissores do País.

“Quando me mandaram a mensagem de que eu havia sido selecionado [pela revista], fiquei deslumbrado. O próprio editor me deu a notícia. A lista da Forbes contém os nomes de maior destaque com menos de 30 anos por tudo o que fizeram na carreira. Isso e o prêmio Surto Olímpico de melhor do ano foram duas excelentes notícias”, contou o paratleta campo-grandense.

A lista Under 30 foi feita pela equipe de jornalistas da Forbes, com a colaboração de especialistas. Cada candidato foi avaliado segundo critérios e métricas como relevância para o setor, faturamento, valor de mercado, aportes recebidos, número de seguidores nas redes sociais, alcance e impacto social, criatividade e ineditismo. 

Tóquio

Na melhor campanha da história, o Brasil igualou a sua melhor marca de 72 medalhas nas paralimpíadas do Japão, mas, pela primeira vez, levou 22 de ouro. E foi de Yeltsin a 100ª medalha do Brasil ao vencer os 1.500m T11, classe para atletas cegos, com direito a recorde mundial. O atleta, acompanhado do guia Antônio Carlos dos Santos, liderou de ponta a ponta e terminou a prova com o tempo de 3min57s60. 

Antes, Yeltsin já havia subido ao lugar mais alto do pódio nos 5.000m T11. “Mostramos que a gente consegue, que Mato Grosso do Sul tem potencial. Das 22 medalhas douradas, duas foram minhas. E agora estou treinando em uma pista nova”, disse o medalhista.

Bolsa Atleta

A publicação da Forbes Brasil e o prêmio Surto Olímpico são reconhecimentos por uma trajetória de sucesso que contou com o auxílio Bolsa Atleta. “A bolsa é fantástica. Tivemos um aumento que começamos a receber em fevereiro. O que o governador está fazendo é mostrar o caminho do esporte. Com a bolsa, o jovem consegue ajudar a família; o adolescente compra o tênis e o equipamento que precisa para treinar e isso ainda gira a economia. Estamos transformando Mato Grosso do Sul no que merece: um dos melhores lugares do mundo para praticar esporte”, afirmou Yeltsin. 

Ele destacou que está treinando em uma pista nova e que o investimento nesses equipamentos também é importante para incentivar e preparar uma nova geração de atletas. O Governo do Estado fez o maior investimento da história no esporte. No valor de R$ 120 milhões, o “MS +Esporte” engloba a entrega de diversos equipamentos públicos, aumento da oferta do Bolsa Atleta e Bolsa Técnico e a implantação do MS Olímpico - a nova bolsa auxílio para os medalhistas olímpicos e seus técnicos até Paris-2024. 

Bolsa Atleta e Bolsa Técnico tiveram a oferta de vagas ampliada no ano passado em mais de 45% chegando a 394 benefícios pagos. São até R$ 1.500 por mês a cada esportista. Já o MS Olímpico paga de R$ 5 mil a R$ 7 mil mensais aos medalhistas olímpicos de Mato Grosso do Sul e R$ 3 mil para os técnicos, até a Olimpíada de Paris-2024. 

Paris

Agora, Yeltsin já se prepara para um ciclo de competições na Europa, visando o Mundial 2023 e as Paralimpíadas 2024 de Paris.

(Divulgação)
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Últimas notícias em Esportes
VER TODAS EM ESPORTES
Notícias em destaque agora
Política de Conteúdo
O objetivo do Bonito Notícias é divulgar notícias, reportagens, entrevistas, eventos e outros conteúdos variados direcionados ao público de Bonito e demais regiões de Mato Grosso do Sul, assim como para leitores de outras regiões do Brasil e exterior. Para a construção dos textos usamos informações próprias, releases de assessorias de imprensa, internet, revistas, artigos e contribuições do público, imagens próprias e imagens de divulgação. Todas as fontes, créditos, e marcas d'água tanto de textos ou fotos são devidamente creditados. Caso você seja autor e se sinta prejudicado por qualquer foto/imagem ou texto publicado, entre em contato por e-mail e prontamente faremos a remoção.